You are here

Erasmus Staff Training

Mobilidade de pessoal para formação profissional – ERASMUS Staff Training (STT) é uma mobilidade com a duração habitual de 1 semana (mas poderá ter uma duração mínima de 2 dias, excluindo os dias de viagem, ou prolongar-se até 2 meses), e que tem por objectivo permitir a mobilidade de pessoal Técnico e Administrativo para realizar actividades de formação em instituições de ensino superior parceiras ou outras organizações de um país do Programa, e dessa forma permitir a melhoria das suas capacidades profissionais.

Instituições  de Acolhimento Elegíveis

Uma instituição de ensino superior  (IES) de um país elegível ou qualquer organização, pública ou privada de um país elegível, ativa no mercado de trabalho ou nos domínios da educação, da formação e da juventude.

Países Elegíveis

Estados-Membros da União Europeia (UE):

Bélgica, Bulgária, República Checa, Dinamarca, Alemanha, Estónia, Irlanda, Grécia, Espanha, França, Croácia, Itália, Chipre, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Hungria, Malta, Países Baixos, Áustria, Polónia, Roménia, Eslovénia, Eslováquia, Finlândia, Suécia.

Países do Programa fora da União Europeia (UE):

Macedónia do Norte, Noruega, Islândia, Turquia, Liechtenstein.

Acordos Bilaterais

O ISA possui alguns acordos bilaterais com outras Institutições de Ensino Superior para a mobilidade de pessoal/staff. Poderá consultar a Lista de Acordos Bilaterais para Staff clicando aqui.

Contudo, não é obrigatório a existência de um acordo entre as institutições para a realização deste tipo de mobilidade.

Bolsas

A bolsa Erasmus é composta por um valor de apoio individual “per diem” e por um valor de banda de viagem. O valor das bolsas é calculado individualmente, de acordo com a tabela de bolsas Erasmus+ para os projetos relativos a 2022.

Procedimentos de Candidatura

As candidaturas deverão incluir:

  1.  Formulário de Ficha de Pessoal devidamente preenchido e anexos solicitados;
  2. O Programa de Trabalho (no caso de não estar assinado pela Instituição de Acolhimento, deverá ser entregue e-mail comprovativo da aceitação do candidato);
  3. Uma curta descrição dos objetivos da missão e dos benefícios previstos para o Serviço/ Instituição de Origem;
  4. A mobilidade deverá ser aprovada pelo Superior Hierárquico do candidato, através da assinatura da ficha pessoal.
  5. Declaração de aprovação da mobilidade assinada pelo superior hierárquico e pela Direção da Escola.

 

Chave Móvel Digital

Para melhorar a experiência Erasmus+, o processamento dos contratos será em versão digital de modo a tornar a participação mais ágil e menos burocrática. Todos os seleccionados terão de ter acesso à Chave Móvel Digital (CMD) de forma a poderem assinar digitalmente o contrato de mobilidade. Mais informações disponíveis em https://www.autenticacao.gov.pt/web/guest/a-chave-movel-digital .

 

Documentos a entregar no final da mobilidade

No final de realização da missão de formação, o Técnico deverá obrigatoriamente entregar os seguintes documentos:

  1. Declaração de Estada/Letter of Confirmation, assinado e carimbado pelo Coordenador/Responsável da Instituição de acolhimento;
  2. Recibo de compra da viagem e respetivos bilhetes de embarque (por exemplo o bilhete de avião e talões de embarque, bilhete de comboio);
  3. Submissão do Relatório Final Erasmus (preenchimento online).

Para mais informações, por favor contacte as Relações Internacionais do Gabinete de Planeamento e Relações Externas, através do seguinte e-mail: ri@isa.ulisboa.pt, ou do telefone: 21 365 34 01 (Ext. 3401)

 

  • RSS
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Twitter
  • YouTube