You are here

Ongoing Projects


OXYREBRAND

OXYREBRAND - Oxidation Reactions: a key towards a novel and sustainable wine brandy ageing technology

The aged wine spirit is one of the most representative alcoholic beverages taking into account its production and trade worldwide. Its manufacture has a long history and a relevant socioeconomic role in the traditional wine-producing countries, mainly located in Europe. Portugal takes an important position in this scenario due to the substantial number of Geographical Denominations producing wine spirit. Among them, Lourinhã stands out as an exclusive Denomination for this purpose alike French regions of Cognac and Armagnac.

In Europe, the ageing of wine spirit in wooden barrels is a crucial step of the production technology since it confers the beverage sensory properties previously absent. Despite the high quality achieved by the wine spirit through this ageing technology, it has some economic and environmental drawbacks associated with a low production efficiency and high cost, and with the increasing demand for wood, which is a resource with limited availability.

Novel ageing technologies, mainly those using wood pieces in wine spirit kept in stainless steel tanks, are of increasing importance for the industry as a sustainable alternative to the traditional one. In the last thirteen years, the project’s team has been studying the physicochemical and sensory implications of this technology. It led to conclude that the oxidation status of the wine spirit should be taken into account together with the effects of other factors such as the kind of wood and the toasting level. Given the scarce knowledge on the oxidation reactions occurring in the wine spirit’s ageing process, the OXYREBRAND intends to give answers to those effects and to provide a more comprehensive view of the novel technology.

Ref. POCI-01-0145-FEDER-027819

Institutions: Instituto Nacional de Investigação Agrária, I.P. (INIAV, I.P.) (Principal Contractor); Instituto Superior de Agronomia (ISA); Associação do Instituto Superior Técnico para a Investigação e o Desenvolvimento (IST-ID); Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB); Adega Cooperativa da Lourinhã; J.M. Gonçalves Tanoaria Lda

Principal Investigator: Sara Canas (INIAV)

Co-Principal Investigador: Sofia Catarino (ISA)

Starting date: 18/10/2018; Duration: 36 months

Funding: 239.460,52 €; ISA budget 25.687,50 €

https://projects.iniav.pt/oxyrebrand/index.php/pt/

OXYREBRAND.png
AGROINNCUBA

The Iberoamerican Network of Agrifood Business Incubators – has as general objective to improve the levels of development of innovative and technological businesses of the Iberoamerican agrifood sector, as a mechanism to create jobs, wealth and economic well-being in the participating regions and specifically to provide high added value support services for startups and spinoffs in these regions.

 
 cropUP

cropUP is a unique initiative that is being built around innovative solutions targeting the agrifood and forestry sector. It gathers a community of entrepreneurs, startups, mentors, investors, corporates and other organisations with the aim of implementing the cropUP program and contributing to the agrifood and forestry technology revolution worldwide. With the cropUP program entrepreneurs and startups that develop innovative products and services for the agrifood or forestry sector have the opportunity to boost their businesses and to be part of a community linked to an agrifood and forestry innovation ecosystem. This program gives support to business model validation, exclusive access to the agrifood and forestry R&D and industry, contact with investors, support in the internationalisation process, among others.

 
INMS

Targeted Research for improving understanding of the Global Nitrogen Cycle towards the establishment of an International Nitrogen Management System (INMS)' is a project proposal to the Global Environment Facility (GEF) Trust Fund. INMS is a science-policy support process that brings together people, information, approaches, indicators, cost-benefit analysis, regional demonstration, etc as a basis to support governments and others through international nitrogen policy processes. The big message is to count the co-benefits of a joined-up nitrogen approach. By addressing better management across the nitrogen cycle, we can contribute to improving Economy-Wide Nitrogen Use Efficiency, while reducing surplus that would often be wasted as pollution.

http://www.inms.international/

Platform SKAN

Project to promote exchange of knowledge and technology between Europe, Africa and Latin America in the agriculture, food and forestry sector.

www.skanplatform.org

 
FAPESP-2017/06066-4

Leveduras nativas assimiladores de xilose e arabinose: estudo da assimilação e metabolização das pentoses e aproveitamento desses açúcares oriundos da hidrólise da biomassa lignocelulósica para obtenção de bioprodutos (FAPESP-2017/06066-4)

O uso da biomassa lignocelulosica para produção de etanol de segunda geração tem encontrado na hemicelulose mais um desafio tecnológico que é o total aproveitamento dos açúcares liberados, incluindo as pentoses. O projecto pertende estudar o potencial de assimilação de pentoses por leveduras isoladas do ambiente e o sistema de transporte através da membrana presente nessas estirpes, nomedamente no que se refere: 1) Avaliação do potencial de crescimento em xilose e arabinose de estirpes de leveduras isoladas do ambiente e mantidas em coleção de trabalho do laboratório e selecionar  aquelas com as melhores taxas de produção de biomassa; 2) definição das condições físico-químicas e nutricionais que determinem o máximo de crescimento das estirpes selecionadas quando utilizando as pentoses como única fonte de carbono; 3) caracterização cinética do transporte de xilose, arabinose e glicose pelas estirpes; 4) identificação de proteínas importantes no transporte de pentoses; 5) avaliação dos efeitos de compostos fenólicos naturais e derivados de hidrólise da biomassa sobre o crescimento das estirpes; e 6) avaliação da produção de ácidos orgânicos pelas estirpes selecionadas e definir as  condições que elevem a produção dos mesmos.

Duração:

01 de outubro de 2017 - 30 de setembro de 2019
 
GO - GreenTASTE

GreenTASTE - Development of new food products based on unripened industrial tomatoes.                               (PDR2020-101-031501_Parceria n.o - 59 / Iniciativa nº - 101)

Em Portugal, através de estudos realizados pelo CCTI (Centro de Competências para o Tomate de Indústria, estima-se que as selecionadoras automáticas das máquinas de colheita separem e deixem nos campos uma média de 6 toneladas de tomate verde por hectare (impossível de utilizar nos processos da indústria de concentrado). O projecto centra-se na valorizarização, na cadeia alimentar, do tomate verde não colhido, através da criação de novos produtos alimentares, criando um Grupo Operacional “Green Taste” com este objectivo. Pretende-se criar quatro protótipos na gama dos fermentados lácticos. Os protótipos destes produtos conseguidos pelas atividades conjuntas empresas/SNI&I, serão validados comercialmente pelas respetivas empresas.

Promotor:

CCTI Centro de Competências para o Tomate Industria Associação para a Investigação, Desenvolvimento e Inovação no Setor.

Duração:

2017-2019

Ficha do Projeto

 
PTDC/OCE-ETA/29770/2017

Utilização de fermentações orientais realizadas por microrganismos eucarióticos para produção de alimentos inovadores a partir de culturas portuguesas tradicionais

O crescente interesse dos consumidores em alimentos mais diversos e saborosos, juntamente com o aumento dos consumidores com comportamentos alimentares especiais e uma maior curiosidade por novas dietas e novos produtos tem levado a uma mudança na Indústria Alimentar tal como a conhecemos, redirecionando o seu foco para o desenvolvimento de Alimentos Funcionais inovadores, saudáveis e atrativos. Pretende-se produzir produtos fermentados derivados dos produtos asiáticos (miso,tempeh,amazake,sake), com novas texturas e sabores baseados em cultivos tradicionais portugueses (miso e tempeh a partir de cultivos ricos em proteína - feijão-frade e tremoço - e amazake e sake a partir de cultivos ricos em amido - castanha, alfarroba e batata doce -fermentados por microrganismos eucariontes probióticos em condições controladas, através de uma abordagem integrada que junta competências nas áreas da agricultura, microbiologia, reologia, estatística e gastronomia molecular para obter novos Alimentos Funcionais baseados em cultivos portugueses fermentados.

Ref: PTDC/OCE-ETA/29770/2017

Duração:

36 meses (início Outubro 2018)
 
PTDC/BII-BIO/31761/2017

Improving biological control of industrial bioethanol production processes by using Saccharomyces cerevisiae's own weapons

This project aims to improve biological control of industrial bioethanol production processes by developing genetic modified Saccharomyces strains that over-express antimicrobial peptides (AMPs) naturally-secreted by those strains (i.e. saccharomycin). The strategy proposed in the present project is to over-express those AMPs in selected strains of Saccharomyces industrially used as starters in bioethanol fermentations and to evaluate their ability to prevent the development of undesirable contaminations in those processes. The new biocide (i.e. saccharomycin) will be also produced and purified in order to evaluate its potential to be used as a natural preservative in alcoholic fermentations.

Ref: PTDC/BII-BIO/31761/2017

Duração:

36 meses (início Outubro 2018)
 
LIFE FLUVIAL

LIFE FLUVIAL

O objetivo geral do projeto LIFE FLUVIAL é melhorar o estado de conservação dos corredores ripícolas Atlânticos na rede Natura 2000. Para esta finalidade, o projeto desenvolve uma estratégia transnacional para a gestão sustentável dos seus habitats ripícolas em várias bacias hidrográficas da região biogeográfica Atlântica na Península Ibérica (Espanha e Portugal). Neste contexto, factores de ameaça tais como espécies invasoras, a intensificação dos usos do solo ou o surgimento de problemas fitossanitários são alguns dos responsáveis pela deterioração e fragmentação de habitats ripícolas.

Para atingir o objetivo geral, são definidos objetivos específicos para combater a degradação dos habitats visados:

 

Website: http://www.lifefluvial.eu/es/
CoHesus

CoHesus

Cowpea (Vigna unguiculata) is a grain legume with important value for food and feed that grows in marginal land for agriculture. Since it has the capacity to use atmospheric nitrogen it contributes to environment sustainability. Although usually not much studied, it has been observed in recent years an increment on its research, namely in Portuguese traditional cowpea varieties. These varieties are promising because they grow in regions prone to drought and high temperature and so, it is important to study them in relation to relevant nutritional parameters that have not been evaluated. This project aims to study the polyphenol compounds with highest anti-inflamatory potential and antibacterial and anti-biofilms properties. It is expected to identify the most important landraces in these nutrition parameters and then screen them for tolerance regarding water and heat stresses. Furthermore, the genetic diversity of the Portuguese germplasm will be analyzed by means of SSR and DArT technologies. A comparison with cowpea landraces from other regions of the world and with the crop wild relative (Vigna unguiculata subsp. dekindtiana) will be performed. These data can contribute to implement modern breeding approaches that will speed cowpea variety improvement. This project brings together research groups from diverse backgrounds who are experts in a specific research field and, thus, guarantee the achievement of the expected results. (PI: Manuela Veloso, INIAV, Oeiras).

Reference: FCT 02/SAICT/029867/2017

Duration: 2018-2021
NEFERTITI

H2020 NEFERTITI project: Innovation in Demo Farms!

NEFERTITI project (Networking European Farms to Enhance Cross Fertilisation and Innovation Uptake through Demonstration) is a unique 7 M€ Network (selected under Horizon 2020, Societal Challenge 2, RUR 12-2017 call, grant agreement n°772705.) comprising 32 partners and coordinated by ACTA, the head of Network of the French Agricultural Technical Institutes.

NEFERTITI establishes 10 interactive thematic networks and brings together 45 regional clusters (hubs) of demo-farmers and actors involved (advisors, NGOs, industry, education, researchers and policy makers) in 17 countries. NEFERTITI focuses on creating added value from the exchange of knowledge, actors, farmers and technical content between networks in order to boost innovation uptake and to improve peer to peer learning and network connectivity between farming actors across Europe. In the end, it all contributes to a more competitive, sustainable and climate-smart agriculture.

NEFERTITI addresses 10 themes that have been chosen based on key concerns of the farming communities. Together they cover a balanced range of topics in the three main agricultural sectors: animal production, arable farming and horticultural production.

NEFERTITI will engage a policy dialogue with EU Regions to meet farmers and policy makers' interests in view of the networks' sustainability.

More Information:

http://nefertiti-h2020.eu/

Videos:

https://www.youtube.com/channel/UCdigVLNjyy5YrAdHl5G2frA

EU contribution: EUR 144 K€

Duration:  2018 to 2021

 

 

 

ModOliveColl

ModOliveColl - Studying and Modelling the Responses of Olive Cultivars to Populations of Anthracnose Pathogens Under Different Agroecological Conditions and Fruit Ripening Stages to Improve the Sustainability of Yield and Virgin Olive Oil Quality.

ModOliveColl uses a multidisciplinary approach, from phytopathology to food technology and environmental modeling, to study the anthracnose of the olive tree caused by Colletotrichum spp, by addressing a limiting factor of fundamental importance for one of the most dynamic sectors of Portuguese agriculture.

When completed, ModOliveColl will provide farmers and olive growers and technicians with tools that will enable informed decisions on the selection of varieties for planting according to local and regional pathological, agroecological and environmental data, and selection of harvest dates to avoid depreciation of the quality of the olive oil. The elucidation of the interaction between olive cultivars x species of pathogens x harvest date will also generate pioneering results for science, which will be of relevance for the research of olive anthracnose in other countries, as well as for researchers dealing with anthracnose in other cultures.

Ref: PTDC/ASP‐PLA/28547/2017

More information:

FCT contribution: EUR 233 K€

Duration: from 1 Oct 2018 to 30 Sept 2021

Partners: ISA - Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa, Instituto Politécnico de Castelo Branco 

SafeGrain

SafeGrain - Contamination of stored grain and derivatives by insect pests and fungi

We propose to study two key-pests of stored grains: Trogoderma granarium Everts (Coleoptera, Dermestidae) and Tribolium castaneum (Herbst) (Coleoptera, Tenebrionidae). T. granarium is a quarantine pest, already in Spain and Greece, and consequently develop with Spain, Greece and Italy a sampling protocol to be submitted to EPPO and EFSA, indicating this presence Southern Europe T. castaneum' adults produces 1,4-benzoquinone, which gives resistance to biological control with fungi.

We purpose to study the relationship between this species and fungi mycotoxins producers: if its presence decreases fungi development or, by the contrary, fungi produce mycotoxins in the presence of this species. Also, to estimate the nutritional value of these Tenebrionidae larvae and the degree of infestation allowed, that does not alter the rheological properties of the cereal flours. Mathematical models will be developed for risk assessment to help the managers of the grain sector for decision making.

Ref: PTDC/ASP-PLA/28350/2017

FCT contribution: EUR 238 K€

Duration: from 1 Oct 2018 to 30 Sept 2021

Partners: ISA - Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa, INSA - Instituto Nacional de Saude Dr Ricardo Jorge

SuberPhyto

SuberPhyto - Unconventional approaches in our struggle against Phytophthora in the cork oak forest. Zooming-in on the microbiome.

Phytophthora species cause devastating effects around the world, with special emphasis on the Portuguese ‘montado’, since neither cure nor control can be achieved. Quercus suber is only moderately susceptible to Phytophthora, thus supporting field observations that other causes sensitize the plants to infection. This proposal will (i) select plant

consociations for the herbaceous layer which make soil conditions unfavorable to Phytophthora, (ii) identify environmental constraints expected to sensitize plants to infection, and (iii) test potent biostimulants/defense boosters. For all conditions tested,

Phytophthora soil inoculum, root infection and especially soil and root microbiomes will be analysed in detail. In addition to the expected direct deliverables, the major goals are improving our knowledge and understanding on this pathosystem, especially in what

microbiomes are concerned, and tentatively identify conditions which allow some degree of control/treatment over cork oak decline.

Ref: PTDC/ASPSIL/29776/2017

FCT contribution: EUR 239.5 k€

Duration: from 4 Oct 2018 to 03 Oct 2021

Partners: ISA - Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa, INIAV - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I. P.

Dairy-4-Future

Dairy-4-Future - Propagating innovations for more resilient dairy farming in the Atlantic area

From Scotland to Azores, Dairy-4-Future aims at achieving “triple performance” by reinforcing the resilience and economic, societal and environmental sustainability of the dairy sector in the AA. It will mainly focus on propagating dairy systems blueprints able to withstand an increased volatility in milk prices and climatic hazards, preserving natural resources and mitigating climate change while offering social performances in line with consumer demands, and better added value.

Dairy-4-Future will:

D4F will deliver blueprints and fact sheets, and a set of recommendations and good practices roadmaps ready for uptake by farmers, industries, advisors, research and public authorities that have potential for rapid economic and social impact.

More Information:

http://dairy4future.eu/ ;  Facebook: Dairy4future

Interreg contribution: 2 920 K€

Duration: from January 2018 to December 2021

Partners:

 

 

Cleanslurry

Cleanslurry - Animal slurry hygienization for use in industrial horticulture.

Cleanslurry will develop a simple and low cost solution for animal slurry hygienization that do not generate any new waste and improve the fertilizer value of slurry to promote some new utilization and provide new fertilizers for industrial horticulture. Namely, solutions for odor and ammonia emissions control will also be set-up and optimized: a biofitler using raw materials will be set up. The sub-product resulting from biofilters will then be reused as soil amendments. Our approach will be based on 3 pillars:

a) Hygienization of AS by acidification and by alkalinization including acid scrubber or biofilter to control gaseous emissions.

b) Soil application of treated AS and subproducts from the biofilter as organic fertilizers in industrial horticulture and assessment of impacts on the N, P and C dynamics.

c) Evaluation of the economical sustainability of the management chain..

 

Ref: PTDC/ASP-SOL/28769/2017

More information: Please contact Prof. David Fangueiro: dfangueiro@isa.ulisboa.pt

FCT contribution: EUR 226 K€

From 1 Oct 2018 to 30 Sept 2021

Partners: ISA - Instituto Superior de Agronomia, UTAD - Universidadae de Trás-os -Montes e Alto Douro, Instituto Superior Politécnico do Viseu

NUTRI2CYCLE

Nutri2cycle - Transition towards a more carbon and nutrient efficient agriculture in Europe

NUTRI2CYCLE will use an integrated approach to enable the transition from the current (suboptimal) nutrient household in European agriculture to the next-generation of agronomic practices, characterized by an improved upcycling of nutrients and organic carbon.

The project is deeply rooted in pevious national and European projects, in which the consortium members were actively involved. The underlying principle is that Nutrient Use Efficency can be significantly improved by integrating on-farm techniques and systems that allow better reconnection between 1) animal husbandry provided flows and 2) plant production requirements. At the same time this reconnection itself will serve a better C-return to soil and GHG-reduction by avoided emissions optionally combined with energy production for self-consumption on-farm.

NUTRI2CYCLE aims to (i) benchmark mass flows of nutrients, organic carbon and GHG-footprint, (ii) provide an assessment frame (toolbox) for evaluating potential impact of proposed innovations, (iii) actively support concepts, techniques and scenarios put forward in EIP-Operational Groups, (iv) optimize these (+ in-consortium developed) scenarios using the toolbox, (v) showcase the most promising developments via prototypes and demos. Finally, using the experience gained at a local/regional scale, NUTRI2CYCLE will elaborate strategic scenarios to identify the effect of these innovations at European scale.

NUTRI2CYCLE brings together the extensive expertise of leading experts in the field of nutrient cycling. This collaboration originates from the EIP-Focus Group on Nutrient Recycling, closely interacting with the EIP Operational Groups in the individual EU member states. Better nutrient stewardship engaging all actors across the value chain as envisaged in

NUTRI2CYCLE will increase the C, N and P recycling rate significantly and will improve the overall sustainability and innovation capacity of European agricultural systems.

More Information:

Please contact Prof. David Fangueiro: dfangueiro@isa.ulisboa.pt

EU contribution: 6 850 K€

From October 2018 to October 2022

GO-P

Grupo Operacional  GO Fósforo - Viabilização de pastagens semeadas biodiversas através da otimização da fertilização fosfatada. PDR 2020-101-030692

Objectivos do projecto:

  • Optimização do uso de fertilizantes em pastagens semeadas biodiversas através da utilização de detecção remota, por forma a avaliar as necessidades nutricionais da pastagem, e da utilização da tecnologia de débito variável para a distribuição de fertilizante
  • Demonstrar o impacte positivo na produtividade e os benefícios ambientais
  • Disseminar os resultados pelos agricultores e pelos consultores, fornecendo recomendações finas para a fertilização eficiente com fósforo

Nome dos parceiros

 
  • Terraprima – Serviços Ambientais, Sociedade Unipessoal Lda. (líder)
  • Universidade de Évora
  • Associação dos Criadores de Bovinos da Raça Alentejana
  • Herdade dos Grous – Agricultura e Pecuária, Lda
  • Terraprima Sociedade Agrícola Lda
  • Fundação Eugénio de Almeida
  • Soc. Agricola Herdade dos Padres, SA
  • ZEA - Sociedade Agrícola Unipessoal, Lda
  • Tapada dos Números, Soc. Agricola, Lda
  • Instituto Superior de Agronomia
  • Pedro Sacadura Teixeira Cabral Duarte da Silveira - Herdade do Azinhal
 

Pessoa de contacto: David Fangueiro; dfangueiro@isa.ulisboa.pt

Região de intervencão: Alentejo

Quem irá beneficiar:

  • Agricultores que gerem sistemas extensivos e semi-extensivos de pastoreio assentes na utilização de Pastagens Semeadas Biodiversas.
  • Os agricultores irão beneficiar da optimização da fertilização das pastagens, melhorando a sua produtividade e diminuindo os custos de produção.
  • Técnicos e consultores que providenciam apoio e aconselhamento agrícola.

Data da Aprovação: 07/06/2017          Data de início: 01/05/2017    Data de fim: 31/12/2021

Custo total elegível: 503 033.46 €                    Apoio financeiro da união europeia: 44.216,58 Apoio financeiro Publico Nacional: 4.912,94

Principais Resultados Esperados

  • Espera-se obter uma abordagem tecnológica expedita e de baixo custo por forma a obter mapas de prescrição variável para o fósforo em pastagens.
  • Espera-se aumentar a produtividade da pastagem e diminuir os custos de produção, ao fornecer recomendações de fertilização otimizadas.

Principais Resultados Obtidos

  • Obtenção de dados da pastagem e do solo em três locais experimentais.
  • Levantamento de dados espectrais com recurso a detecção próxima e remota.
  • Concepção e implementação de uma metodologia expedita de obtenção de mapas de prescrição para fósforo, em pastagens, com recurso a imagens de satélite.
 
EcoAfrica

EcoAfrica - Ecological intensification pathways for the future of crop-livestock integration in AFRICAn agriculture

The overall objective is to achieve sustainable, ecological intensification of family farming systems by means of resource efficiency and optimized ecological processes in three African countries: Madagascar, Mozambique and South Africa.

More Information:

Please contact Prof. David Fangueiro: dfangueiro@isa.ulisboa.pt

African Union contribution: EUR 879 K€

From 2018 to 2021

Partners: three countries in the Indian Ocean region – Madagascar, Mozambique and South Africa – with the scientific and methodological support of three European countries: Belgium, France and Portugal
LivAge

LivAge - COST Action CA16106 - Ammonia & Greenhouse Gas Emission from Animal Production Housing

LivAge is an international cooperation to reduce atmospheric emissions from livestock buildings.

The main objective of LivAGE is to enhance international multidisciplinary cooperation for exchanging ideas and knowledge, sharing good practices and assessing innovative technologies to reduce greenhouse gases and ammonia from livestock buildings. LivAGE includes most EU expertise in this topic, and aims to contribute to a more environmental friendly and sustainable livestock production

Despite very important advances in the last years, measuring atmospheric emissions from livestock houses and mitigating them effectively are still challenging tasks for scientists, farmers and the whole society. LivAGE will contribute to some of these challenges: harmonizing measurement protocols, measuring emissions from naturally ventilated buildings more accurately, developing effective mitigation strategies suitable for the heterogeneous livestock production systems in Europe, and involving industry more effectively. Also, relevant contributions are expected from LivAGE to other related challenges such as animal welfare, antimicrobial reduction or adaptation to climate change (particularly in hot climates).

The LivAGE Project is structured in the following working groups: WG1 – improve emission measurement techniques; WG2 – develop emission models to analyze potential mitigation strategies; WG3 – conduct the environmental assessment of housing systems and emission abatement techniques; and WG4- disseminating the information and involving the most relevant stakeholders.

More Information:

http://cost-livage.eu/

 EU contribution: EUR 144 K€

From May 2017 to May 2021

PORBIOTA

POCI-01-0145-FEDER-022127 - Portuguese E-Infrastructure for Information and Research on Biodiversity

PORBIOTA is a Portuguese distributed e-infrastructure to manage biodiversity data, which will be integrated in the European e-Science infrastructure for biodiversity and ecosystem research (LIFEWATCH), an ESFRI Roadmap 2016 Landmark. Tailored according to the national needs (research, management, policy, governance, citizen science) but compliant with the requirements of LIFEWATCH and other international initiatives, PORBIOTA aims to promote a national agenda of biodiversity survey and research, to provide services to the scientific community, policy makers and managers, and to raise biodiversity awareness and public engagement with science through citizen science and other outreach programs. The infrastructure is led by a consortium that includes top national R&D Units, natural history museums, the Portuguese node of GBIF (https://www.gbif.org/), and the Institute for Nature Conservation and Forests (ICNF), and includes some specific nodes/areas (ICOS-PT and LTER Portugal). Together, these partners hold the most comprehensive information on Portuguese biodiversity and ecosystem functioning. 

Leading institution: CIBIO-InBio

Total  budgte: 5.3 M€

LEAF budget: 0.8 M€

From 17 Jun 2018 to 15 Jun 2020
LeguMilk

Vegetable protein milk from european pulses with bioactive potential.

There is a high demand for milk substitutes other than soy beverages. Different reasons are driving consumer choices, from health to ethic grounds, centred on the GMO and CO2 footprint issues. The resulting response from the Industry, so far, is the offer of cereal based drinks like rice and oats and made from nuts like almond drinks which are essentially poor in protein content (around 1.5% max against 3.5% protein in milk) and are not true milk replacers in that sense. Pulses are known to be a low-fat source of protein, fibre, and many other vitamins and minerals, including vitamin B, which is important for vegetarians and vegans, they are also linked to increased bone strength, boosted cognitive abilities, sharpened memory, and reduced oxidative stress and inflammation. This turns pulses the food of choice for the elderly but also for the children. The major issue that is hampering the production of legume-based milk is the beany flavour, so negatively famous in soy milk. The beanyness of plant milks has been associated to the presence of endogenous lipoxygenases that oxidise unsaturated fatty acids in oil rich pulses like soy and peanuts (over 20% fat) but should be less pronounced in pulses like peas, lupins or chickpeas, very poor in fat (1,5 to 5%). Sprouting is becoming popular as a superfood, since germination mobilizes all sorts of dormant enzymes and hydrolyses the storage proteins and starch increasing digestibility and producing peptides that can have a very important impact on health as cancer prevention, immunoregulators and anti-inflammatory. Germination of pulse grains, and using the sprouts to produce the milk, will be tested as this is known to reduce the bitterness and beany flavour of the grains, increasing the bioactivity of the plant drink. The huge increment on bioactivity of the peptides produced during digestion of the proteins in the gut, or hydrolysed by proteinases coming from germination activity has been studied recently by our team and this will be investigated thoroughly to be used as argument for the marketing of these pulse milks.

Project team:

Isabel Maria Nunes de Sousa PI, Ricardo Manuel de Seixas Boavida Ferreira Co-PI, Ana Paula dos Santos Batista; Anabela Cristina da Silva Naret Moreira Raymundo; Ana Isabel Gusmão Lima and contracted researcher

Ref: PTDC/BAA-AGR/28370/2017

FCT contribution: EUR 232.269,23

From 1 Oct 2018 to 30 Sept 2021
PATHOmics

PATHOmics - Pathogenomics of coffee leaf rust to probe virulence mechanisms and diagnostic markers (candidatura 029189Coffee agroecosystems have been under siege with the repeated resurgence of fungal epidemics during the last decade. Focusing on the devastating fungal pathogen Hemileia vastatrix, the main threat to Arabica coffee production worldwide, this project intends to apply an integrative pathogenomics approach to dissect the molecular mechanisms underlying virulence divergence and evolution of pathotypes, and to develop molecular markers for high-throughput discrimination of races. To achieve this goal, a high-quality reference genome will be assembled and annotated and then used in combination with comparative genomics, genome-wide association and transcriptomic analyses to identify SNPs, genomic changes and candidate effector genes, that can be linked to rust virulence profiles. Based on generated markers, diagnostic tools and a web platform will be developed serving as a basis for the much needed design of sustainable disease control practices and establishment of worldwide disease surveys

Duration: 2018-2021

Partners: FCUL (coordination); ISA, Ulisboa

RESISCAST

RESISCAST - Molecular breeding of chestnut for resistance to Phytophthora cinnamomi, the causal agent of root rot (candidatura 028760)

Although the rural economy of Northern mountainous regions of Portugal is based on chestnut culture, for production of nuts, the current area and productivity per hectare is less than half of the country's potential, mainly due to root rot, caused by Phytophthora cinnamomi, the main threat of chestnut orchards in Europe. As a mean to build a deeper understanding of the natural resistance that certain species of Castanea genus, namely the Asian C.crenata present, and begin developing genetic mitigation strategies, a breeding program for resistance was initiated in 2006, by the team of this proposal and a population of 154 progenies segregating for the trait area available. The goal now is to develop molecular markers linked to genes of resistance, for expedite and efficient selection of new genotypes, with improved resistance to P. cinnamomi, with genetic diversity for adaptation to different climate scenarios of southwestern Europe, to be released into national and international markets, since Europe present a high deficit of improved plant material for rootstocks. The current ones still come from the breeding programs of the sixties of twenty century, with poor adaptation to the current climatic scenarios.

2018-2021

Partners: INIAV (coordination), ITQB/UNL, ISA, Ulisboa

HDT-Coffee

HDT-Coffee - Unraveling Timor hybrid resistance to coffee rust by genomic approaches (candidatura 032429)

Coffee leaf rust is the main menace to the enormous economic importance of coffee. HDT-Coffee uses the power of next generation sequencing and bioinformatics to decipher the genetic bases of the multifactorial resistance to rust from the spontaneous hybrid called “Híbrido de Timor” (HDT). The unique know-how and resources of CIFC concerning HDT lineages and rust races, was combined with the expertise in evolutionary biology and genomics of CIBIO, empowered by its genomic platform, to design a genome-wide targeted strategy enabling to uncover the genetic loci explaining the range of resistance/susceptibility phenotypes displayed by HDT derived plants. HDTCoffee will ultimately deliver key molecular tools for the smart management of coffee crop resistance-status and breeding programs, to potentiate increased yields and lower environmental contamination. As a result, Portugal/CIFC/CIBIO may become a central provider of services and germplasm vital to the coffee industry.

Duration: 2018-2021

 
UniCARSSA

University-based Community Action Research for increasing viability of cereal-legume value chains towards improved nutrition and livelihoods in sub-Sahara Africa.  LEAP-Agri 271/2017

EU/AU partnership

In Kenya and Uganda, challenges of food & nutrition security (FNS) and rural poverty remain major concerns. Declining soil fertility, mono-cropping, post-harvest handling and erratic rainfall lead to malnutrition and poverty. Over-dependence on rainfed agriculture with vulnerable crops such as maize exacerbates soil degradation and food insecurity. Poorly responsive soils, low organic matter content, and lost top soils are also limiting factors to crop production. Low consumption of traditional high-value crops such as sorghum, millet and grain legumes has led to increased nutrition-related diseases. Yet, research on these crops has been neglected in Africa. Integrated soil management practices and intercropping of nutritious foods can enhance resource utilization, increase production, and improve rural livelihoods. Legumes grown in sequence with cereals also positively affects the system’s water- and nutrient-use efficiency .

Intercropping of cereals and legumes provides diversified sources of food and opportunities to reduce malnutrition and increase household incomes through product development at household and community level. The combination of cereal and legume crops can also be used as base ingredients for the production of nutritious ready-to-use supplementary foods (RUSFs) to alleviate malnutrition.

The UniCARSSA project will engage with farmers and processors to address specific constraints in cereal-legume systems and carry out research to improve their productivity, efficiency and profitability in western Kenya and eastern Uganda. This project incorporates two Community Action Research Platforms (CARP) to create sustainable links and capacity among researchers, farmer organizations and other change agents,that will provide the operational framework for transdisciplinary research, engaging local actors along the value chains of cereals and legumes in participatory action and academic research. Project will focus on improved productivity, soil nutrient-use efficiency, enhanced value chain operations, reduced post-harvest losses and improved nutritional contribution of cereals and legumes in smallholder agriculture for improved livelihoods, rural incomes and FNS, whilst strengthening capacities and improving the relevance and contribution of universities to achieving SDGs and CAADP goals.

UniCARSSA adapts an Africa-Europe collaboration model in which the problems are solved in situ, i.e. the research and development of innovations are identified by the African Universities together with the rural communities and scaled through the CARPs. The European partners provide support with a role in capacity building at University, Industry (SMEs) and Community level.

Financiamento FCT:  73 983.50€ 

MOBFOOD

MOBFOOD - Mobilização do Conhecimento Cientifico e Tecnológico em resposta aos Desafios do Mercado Agroalimentar

O MobFood, um projeto de investigação e desenvolvimento tecnológico, resulta de uma reflexão conjunta de vários agentes do setor agroalimentar que procuram de forma integrada e estruturada responder aos desafios relacionados com a promoção de uma indústria alimentar nacional mais competitiva.
Passará pela promoção de novas estratégias de crescimento baseadas no reforço da capacidade tecnológica, de inovação e de I&D orientadas à obtenção de novos produtos, serviços, processos ou tecnologias, atuando ao longo de toda a cadeia de valor e reforçando a colaboração entre o setor empresarial e as ENESIIs (Entidades Não Empresariais do Sistema de Investigação e Inovação).
Pretende-se que o setor alimentar seja sustentável, totalmente integrado, interligado, transparente, resiliente, seguro, eficiente na utilização dos recursos e centrado no consumidor. Estes objetivos serão alcançados através de implementação de soluções em três pilares principais: “Segurança Alimentar e Sustentabilidade”, “Alimentação para a Saúde e Bem-estar” e “Alimentos Seguros e Qualidade”, materializando-se na investigação e desenvolvimento de novos processos, produtos ou serviços.

Promovido e construído pelo Portuguese Agrofood Cluster, o qual é presidido pela PortugalFoods, o consórcio MobFood é formado por 43 entidades que representam efetivamente todo o setor agroalimentar em Portugal. Esta equipa de trabalho engloba empresas de diferentes subsetores do agroalimentar e ENESIIs com competências científicas complementares que permitem uma abordagem completa das diferentes áreas do conhecimento fundamentais para o desenvolvimento integral da indústria agroalimentar.

O projeto MobFood está estruturado em 8 principais PPS: Resíduos e Utilização Eficiente de Recursos; Embalagens Sustentáveis; Nutrição, Saúde e Bem-Estar; Qualidade e Segurança Alimentar; Autenticidade e Rastreabilidade; Logística; Consumidor e um ultimo dedicado às atividades de Coordenação de Projeto, Promoção, Disseminação e Exploração de Resultados.

Ref: POCI-01-0247-FEDER-024524 
LISBOA-01-0247-FEDER-024524

LEAF team: Margarida Oliveira 

Data de início - 01.12.2017 
Data de conclusão - 31.05.2021 
Investimento total elegível - 7.021.739,21 € 
Apoio financeiro da União Europeia através do FEDER |- 4.547.393,15 € 

Programa financiador - Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (POCI), Programa Operacional Lisboa (PO Lisboa) 


Informação sobre o Projecto MOBFOOD

SelVid

Title: CONSERVATION AND SELECTION OF ANCIENT GRAPEVINE VARIETIES

 

The objective of this project is to perform the conservation and breeding of several important grapevine varieties. It includes: (1) morphological, agronomical, biochemical and biomolecular characterization of clones from 13 ancient varieties; (2) Agronomical and technological evaluation of clones from other 16 varieties; (3) registration in the National Catalog of Varieties of 63 clones (7 clones of each of 9 varieties: Avesso, Azal Branco, Borraçal, Moscatel Galego, Moscatel Graúdo, Rabigato, Touriga Nacional, Viosinho, Vital).

Reference: PDR2020-784-042704

Website:

Leading institution: Instituto Superior de Agronomia

Contact person (ISA): Elsa Gonçalves

LEAF team: Elsa Gonçalves, Antero Martins, Jorge Ricardo da Silva, Helena Oliveira, Sara Amâncio, Luísa Carvalho, J. Miguel Costa, Sofia Catarino, Carlos Lopes, Maria Cecília Rego, Teresa Nascimento.

Duration: From 01/09/2018 to 31/08/2022

Total funding: 449 889 EUR

ISA funding: 126 218 EUR

Partners (institutions):

PORVID, AVIPE, ADVID, ATEVA, DRAPAlg, DRAPC, DRAPLVT, DRAPN, INIAV, UTAD

Funded by: FEADER

OPP-Videira

Title: In Lisbon and in the Tejo Valley, new grapevine varieties for new wines - In demand of the secrets of the natural evolution of the Portuguese vine

Abstract/Summary:

Confirmation of the varietal identity of genotypes conserved in PORVID that still have an uncertain identity. This is essential for the objective of the conservation of intra-varietal diversity, innovative and strategic for the country. The highly expected detection of new genotypes corresponding to new grape varieties constitutes an enormous potential for the diversification and competitiveness of wines and for the sustainability of viticulture.

Reference: Participative Budget Portugal, Project 38

 

Website:

Leading institution: INIAV

Contact person (ISA): Elsa Gonçalves

LEAF team: Elsa Gonçalves, Antero Martins, Wanda Viegas, Margarida Rocheta, Luisa Carvalho

Duration: From 01/01/2020 to 31/01/2021

Total funding: 200 000 EUR

ISA funding: 65.249,40 EUR

Partners (institutions):

ISA, PORVID, UTAD

Funded by: Orçamento Participativo Portugal
PORVID

Associação Portuguesa para a Diversidade da Videira (PORVID)

Description of the legal entity

PORVID (Portuguese Association for Grapevine Diversity) is a private non-profit association that brings together the skills of universities, companies in the wine industry and other stakeholders in the areas of wine and biodiversity, for carrying out the conservation and utilization of the genetic diversity in old varieties and wild grapevine populations. Its key goal is the conservation of 50.000 representative genotypes of intra-varietal diversity of all autochthonous varieties in the PORVID´S Experimental Centre followed by their economic use (selection and others) through high efficiency innovative methods on quantitative genetics and mixed models. PORVID stands today in the frontier of experimental approaches for halting genetic erosion and for the economic utilization of the diversity of old Mediterranean grapevine varieties.

PORVID comprises 24 public and private members, and a scientific council that includes individual personalities with recognized competences in the areas of knowledge embraced by PORVID, public and private Institutions, and stakeholders:

Public Institutions: Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa (ISA-UL); Câmara Municipal de Palmela (CMP); Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV); Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto (IVDP); Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD);

Private Institutions: Adega Cooperativa de Favaios; Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, C.R.L; Associação dos Viticultores do Concelho de Palmela (AVIPE); Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense (ADVID); Associação Técnica dos Viticultores do Alentejo (ATEVA); Aveleda, S.A.; Casa Ermelinda Freitas; Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões; Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz (CARMIM); Esporão S.A.; Fita Preta; Fundação Maria Rosa; Herdade da Malhadinha Nova; J. Portugal Ramos Vinhos SA; José Maria da Fonseca Vinhos, S.A. (JMF); Real Companhia Velha; Sogrape Vinhos, S.A.; Symington Family Estates; Vitisges-Sociedade de Consultoria, Investimentos e Serviços Agrícolas.

Scientific council: Individual personalities with recognized competences in the areas of knowledge embraced by PORVID; DRAPAlgarve, DRAPAlentejo, DRAPCentro, DRAPLVT, DRAPNorte, QUERCUS, Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), VINIPORTUGAL, VITICERT.

Website: https://www.facebook.com/porvid.portugal;

Contact person (ISA): Antero Martins (President of PORVID) and Elsa Gonçalves

LEAF team: Antero Martins, Elsa Gonçalves, Jorge Ricardo da Silva, Helena Oliveira, Sara Amâncio, Luísa Carvalho, J. Miguel Costa, Sofia Catarino, Carlos Lopes, Maria Cecília Rego, Wanda Viegas, Amaia Nogales, Margarida Rocheta, Teresa Nascimento.
RESEARCH AGREEMENT

Research Agreement CIFC/LEAF/ISA, Ulisboa - FAO/AIEA Division (Joint FAO/International Atomic Energy Agency) for “Characterization of Rust Races to Support the Identification of Coffee Mutants ” in the scope of the project "Efficient Screening Techniques to Identify Mutant Plants with Resistance to Disease (CRP code: D22005)“. (2016-2019)

Funding: FAO/AIEA Division.

 
RESEARCH AGREEMENT

Research Agreement CIFC/LEAF/ISA, Ulisboa - Illycaffè Company (ITALY) to develop studies on“Coffee resistance to leaf rust” in the scope of the project “Strategie di coffee design per il futuro del caffe’ Arabica: coniugare qualità organolettica, sostenibilità e adattamento ai cambiamenti climatici tramite varietà di caffè resistenti ai patogeni”. (2018-2020)

Funding: Illycaffè Company
 
ALGAVALOR

Designação do Projeto | ALGAVALOR – MicroALGAs: produção integrada e VALORização da biomassa e das suas diversas aplicações

Número do Projeto | 35234

 

Tipologia da Operação | Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) Regime Contratual de Investimento (RCI) - Projetos em Copromoção

Códigos da Operação | POCI-01-0247-FEDER-035234

LISBOA-01-0247-FEDER-035234

ALG-01-0247-FEDER-035234

 

Objetivo temático | OT 1 - Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação

Região de Intervenção | Norte, Centro, Lisboa, Algarve

 

Promotor líder | CMP - CIMENTOS MACEIRA E PATAIAS S.A.

Copromotores | CIIMAR - Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental; UA - Universidade de Aveiro; UM - Universidade do Minho; UCP - Universidade Católica Portuguesa; UP - Universidade do Porto; ISA - Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa; UALG - Universidade do Algarve; LNEG - Laboratório Nacional de Energia e Geologia I.P.; IPL - Instituto Politécnico de Leiria; NECTON - Companhia Portuguesa de Culturas Marinhas S.A.; VALORGADO - AGRICULTURA E PECUÁRIA, LDA; LIPOR - Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto; CASTELBEL - Artigos de Beleza, S.A.; EM - Ernesto Morgado, S.A.; EFP - Empresa Figueirense de Pesca LDA; ALLMICROALGAE - Allmicroalgae Natural Products, S.A.; INIAV - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.; VAISA - Agricultura Intensiva, S.A.; NARCISO - Narciso Dias & Filhos LDA

 

Data de início | 01.01.2018

Data de conclusão | 31.12.2022

 

Investimento total elegível | 10.481.791,21 euros

Apoio financeiro da União Europeia através do FEDER | 6.639.595,65 euros

Programa financiador | Programa Operacional Competitividade e Internacionalização; Programa Operacional Regional de Lisboa; Programa Operacional Regional do Algarve

 

Breve Descrição do Projeto | O projeto ALGAVALOR tem como objetivo geral a produção integrada de microalgas e a valorização da sua biomassa e extratos em diferentes aplicações, estando previsto o desenvolvimento e lançamento de novos produtos nos mercados da alimentação humana, nutrição animal, cosmética e biofertilizantes. Para o efeito, são propostos novos processos produtivos, com sustentabilidade acrescida. Este objetivo geral pode ser desagregado num conjunto de objetivos específicos, a concretizar através de diferentes subprojetos (SP):

. Valorização de microalgas para alimentação humana (SP 1);

. Valorização de microalgas para alimentação animal (SP 2);

. Valorização de microalgas para cosmética natural (SP 3);

. Desenvolvimento de novos processos, incluindo reatores abertos de “nova geração” e otimização dos processos existentes, tendo em vista a obtenção de ganhos de escala e eficiência (SP 4);

. Desenvolvimento de biofertilizantes agrícolas a partir de microalgas e aproveitamento de resíduos agroindustriais como inputs para a produção de “microalgas biológicas” numa lógica de economia circular (SP 5);

. Gestão do projeto, disseminação e valorização de resultados (SP 6).

 

GO - Fitoagro

Designação do projeto: Fitoagro (GO)

Código do projeto: PDR2020-101-031676

Objetivo principal: Aumento da eficiência dos recursos na produção agrícola e florestal

Região de Intervenção: NUTS2

Entidade beneficiária: Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa

Proponente: Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional;

Outros parceiros: Associação dos Produtores Agrícolas da Sobrena; Cooperativa Agrícola do Bombarral CRL; Cooperativa Agrícola dos Fruticultores do Cadaval CRL; CPF - Centro de Produção e Comercialização Hortofrutícola Lda; Ecofrutas - Estacão Fruteira da Estremadura Lda; Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa; Frubaça - Cooperativa de Hortofruticultores CRL; Frutoeste-Cooperativa Agrícola de Hortofruticultores do Oeste-CRL; Frutus - Estação Fruteira do Montejunto CRL; Granfer - Produtores de Frutas, CRL; Instituto Politécnico de Castelo Branco; Instituto Politécnico de Santarém.

Data de aprovação: 03/11/2017

Data de início: 01-06-2017

Data de conclusão: 30-06-2021

Custo total elegível:  15541,05 € (ISA/ULisboa)

Apoio financeiro da União Europeia: FEADER – 11655,79 € (ISA/ULisboa)

Site do projeto: https://fitoagro.webnode.pt/

 

OBJETIVOS:

- Estudar a biologia de pragas e doenças emergentes, em particular, cecidómia e “novo bichado-da-<

 

Equipa ISA: Elisabete Figueiredo

GO- FruitFlyProject

Designação do projeto: FruitFlyProtect (GO)

Código do projeto: PDR2020-101-031900

Objetivo principal: Aumento da eficiência dos recursos na produção agrícola e florestal

Região de Intervenção: NUTS2

Entidade beneficiária: Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa

Proponente: Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional;

Outros parceiros: Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém; Direção Regional Agricultura e Pescas do Algarve; Frusoal - Frutas Sotavento Algarve Lda.; Madre Fruta - Centro de Vendas Hortofrutícolas Lda.; O Melro.Op, S.A.

Data de Aprovação: 13/09/2017

Data de início: 30/11/2016; 

Data de conclusão: 01-07-2020

Custo total elegível:  107385,61€ (ISA/ULisboa)

Apoio financeiro da União Europeia: FEADER – 80539,21 € (ISA/ULisboa)

Site do projeto: https://fruitflyprotec.webnode.pt/

 

OBJETIVOS:

- Para Ceratitis capitata, a disponibilização de ferramentas de fácil consulta com informação sistematizada e incorporação das técnicas avaliadas, em particular as novas técnicas de monitorização e de proteção das culturas em enfoque no plano de ação;

- Para Drosophila suzukii, destaca-se o desenvolvimento de um plano de proteção para as diferentes culturas e outros hospedeiros, assim como a disponibilização essa informação com fácil acesso aos utilizadores.

- Para Bactrocera dorsalis pretende-se implementar um plano de atuação para a produção que inclua os fatores de risco associados, tendo em conta parâmetros biológicos e hospedeiros potenciais, assim como o desenvolvimento de técnicas de captura em massa.

- No final desta parceria prevê-se o estabelecimento procedimentos de monitorização e de soluções ambientalmente mais favoráveis para gerir um grupo de insetos com importância económica crescente, como é o caso das moscas da fruta.

 

Equipa ISA: António Mexia, Elisabete Figueiredo, Elsa Borges da Silva

GO - Qualitomate

Designação do projeto: Qualitomate – a complexidade de ser simplesmente vermelho (GO).

Código do projeto: PDR2020-1.0.1-032072

Objetivo principal: Aumento da eficiência dos recursos na produção agrícola e florestal

Região de Intervenção: NUTS2

Entidade beneficiária: Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa

Proponente: CCTI - Associação para a Investigação, Desenvolvimento e Inovação no Setor

Outros parceiros: Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional; Federação Nacional das Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas - FNOP; Fruto Maior, Organização de Produtores Hortofruticolas Lda; Instituto Politécnico de Santarém; Italagro-Indústria de Transformação de Produtos Alimentares, SA; Relcampo, Unipessoal Lda; Sociedade Agrícola Ortigão Costa, Lda; Sociedade Agro-pecuária do Vale da Adega s.a.; Tomataza - Organização de Produtores de Hortofrutícolas, S.A.

Data de aprovação: 13/09/2019

Data de início: 02-01-2017

Data de conclusão: 14-01-2021

Custo total elegível ISA:  35475,50 € (ISA/ULisboa)

Apoio financeiro da União Europeia: FEADER – 26606,62 €(ISA/ULisboa)

Site do projeto: https://qualitomate.pt/

 

OBJETIVOS:

O projeto tem por objetivo aumentar o conhecimento das causas diminuição de cor vermelha no fruto quer externas (doenças e pragas, fertilização, solo) quer internas (fisiologia e capacidade de resposta ao ecossistema agrícola) com vista à maximização de produção de frutos de qualidade, nomeadamente no que se refere à cor vermelha. Este conhecimento guiará o sector na adoção de práticas corretas de forma atempada.

 

Equipa ISA: António Mexia, Elisabete Figueiredo

GO - FigoProdução

Go FigoProdução - PDR 2020-1.0.1. FEADER 030784

 

Resumo

Melhorar a qualidade e produtividade dos figueirais através da modernização das técnicas utilizadas e da eficiente utilização do solo.

 

Descrição dos objectivos visados

-Aumentar a qualidade e quantidade de produção de figo de forma eficiente, com focalização inicial nas variedades de Figo Preto de Torres Novas e Pingo Mel, devido à particular adaptação e originalidade do primeiro, e interesse comercial do segundo;

-Redução dos custos com mão de obra através da redução do porte das figueiras e simultaneamente aumento da segurança e melhoria das condições de trabalho;

-Aumento do calibre dos frutos de forma equilibrada e da sua qualidade, através da facilitação do respetivo manuseamento. A fertilização equilibrada induz maior calibre e qualidade aos figos assim como maior resistência à epiderme dos mesmos o que facilita o manuseamento e transporte;

-Conservar e aumentar o teor de matéria orgânica do solo através do coberto vegetal;

-Disseminar boas práticas de conservação e melhoria da capacidade de resposta do solo;

-Desenvolver estudos de métodos de prevenção e proteção da produção de figo, tendo em conta as substâncias ativas disponíveis e novos métodos adequados à cultura e ambientalmente sustentáveis;

-Divulgar boas práticas com base nos resultados de experiências de comparação entre figueiras mantidas segundo novas metodologias e figueirais mantidos de forma tradicional.

 

Resultados previstos

-Melhoria da resposta dos pomares às novas técnicas aplicadas, prevendo-se o aumento da produção e da qualidade dos figos e a redução dos custos de produção. A demonstração de resultados será baseada nos valores das análises feitas aos frutos, folhas e solo nos vários momentos de avaliação. Estas análises permitirão quantificar os indicadores previamente definidos e obter informação sobre os níveis de atingimento dos objetivos propostos;

-Pretende-se igualmente demonstrar, através da avaliação económica, que a aposta em pomares de figueiras pode ser financeiramente interessante, uma vez que é possível rentabilizar ao máximo toda a produção, comercializando-a sob diversas formas: figo fresco, seco e transformado. Neste último caso podemos considerar, como exemplos, os sumos, compotas, vinagres, álcool, iogurtes, doçaria, chocolate, etc;

-Prevê-se igualmente desenvolver um Caderno de boas práticas agrícolas para a fileira do figo, baseado na evidência experimental.

https://gofigo.webnode.pt/

GO - MacFertiQual

Go MacFertiQual – PDR 2020-1.0.1 FEADER 031590

 

Resumo

Procura-se com o projeto encontrar para o atual modelo de produção moderna de Maçã de Alcobaça IGP, um referencial nutricional mais equilibrado, de modo a desenvolver-se um novo produto maçã, das cultivares do grupo Gala, as mais exportáveis, com novos parâmetros mínimos de qualidade interna e externa, mais elevados e mais diferenciadores, ou seja, introduzir dentro de uma maçã mais racionalidade e mais equilíbrio nutricional. Propõe-se estabelecer os níveis críticos foliares dos nutrientes em diferentes fases do ciclo, desenvolvendo metodologias de monitorização precoce do estado nutricional que estabeleçam para cada indicador (nutriente x órgão x momento) selecionado, a "gama de valores adequados"/níveis críticos. Estabelecer-se-á relações entre o teor dos nutrientes nos vários órgãos e a qualidade dos frutos, à colheita e após conservação, para identificar nutrientes-chave na qualidade. Sendo as árvores nos pomares atuais mais exigentes em nutrientes e na oportunidade da sua aplicação, tenta-se obviar à falta de informação e ao atraso na tomada de decisão decorrente da metodologia atual que dá resultados já numa fase muito adiantada do ciclo. Estas metodologias incluirão métodos expeditos a serem implementados pelos fruticultores nas suas explorações.

 

Descrição dos objetivos

1 - Estabelecimento de valores de nutrientes adequados aos pomares actuais de Gala

2 - Adequação de planos de fertilização que conduzam a uma elevada produtividade e qualidade da Gala

3 - Implementação de colheita de amostras que conduzam a recomendações em tempo útil

4 - Estabelecimento das bases para realização de análises de seiva em Portugal

5 - Realização de análises expeditas no pomar com os fruticultores

 

Resultados previstos

1) Desenvolvimento de um novo conceito de maçã MAIS..., com imagem específica, diferenciadora e para um público mais exigente, e paralelamente certificar este conceito, enquanto novo produto Maçã e enquanto Maçã de Indicação Geográfica Protegida.

2) Um caderno de especificações próprio para este produto desenvolvido e implementar pela APMA.

3) Obtenção de gamas de referência/níveis críticos de nutrientes estabelecidos para os pomares de alta densidade da Maçã de Alcobaça permitirá a correta interpretação dos resultados das análises de forma mais adaptada às produtividades atualmente conseguidas e numa fase mais precoce do ciclo com possibilidade de correção no próprio ciclo.

4) Os resultados permitirão identificar valores de referência para os nutrientes que forem considerados chave nas nossas condições. Esses valores de referência serão estabelecidos para cada tipo de órgão (flores, folhas, seiva e frutos) e para cada momento da fase fenológica, por forma a ter um padrão da evolução de cada nutriente, em cada órgão, ao longo do ciclo vegetativo.

5) O desenvolvimento de técnicas expeditas de avaliação do estado nutricional das culturas, executadas pelos agricultores na própria exploração tem grande interesse para os produtores que assim poderiam avaliar as suas práticas de fertirrega com mais segurança e racionalidade.

Para além de se obterem diretivas mais adequadas à realidade presente, o conhecimento do estado nutricional dos pomares permitirá uma melhoria da eficiência do uso dos fertilizantes a aplicar e uma melhoria da produtividade e da qualidade da maçã produzida.

https://macfertiqual.webnode.pt/

OPTIMAL

Designação do projeto | OPTIMAL (Otimização, Maçã, Alcobaça).

 

Resumo

Com este projeto pretende-se a inovação de produto e de processo, clarificando as orientações a seguir pela fileira, mediante um modelo de produção que tire partido das características edafo-climáticas da IGP, diferentes de outras regiões de onde os atuais modelos de produção têm sido importados, e que permita com uma tecnologia de produção diferenciadora criar a gama de Maçã de Alcobaça "Premium", orientada para diferentes segmentos de mercado, nomeadamente exportação e cliente nacional com preferência de gamas "Top". Recolhendo dados de fotossíntese, interceção e distribuição de radiação no interior do coberto vegetal, bem como outros parâmetros fisiológicos, será possível perceber qual a densidade de plantação e tipo de poda mais adequadas à maximização do desempenho de macieiras conduzidas em eixo central revestido e produzidas na IGP "Maçã de Alcobaça", preparando a sua internacionalização com um produto de qualidade superior.

DESCRIÇÃO DOS OBJETIVOS VISADOS

O objetivo pretendido é definir um intervalo restrito para as densidades de plantação a aconselhar nos novos pomares de "Maçã de Alcobaça" (ajustadas às condições edafo-climáticas da IGP) e caraterizar o tipo de poda a recomendar para estes pomares de forma uniformizar um modelo de produção na região da IGP.

Para se atingir este objetivo serão selecionados e estudados em detalhe pomares modernos em produção com diferentes densidades de plantação e constituídos ensaios demonstrativos de poda nos pomares das entidades envolvidas neste GO. Estes pomares serão alvo de estudos detalhados com recolha de dados fisiológicos e de radiação, que irão sustentar a caracterização dos parâmetros culturais envolvidos na definição das técnicas culturais (densidade e poda).

RESULTADOS ESPERADOS

Com a concretização dos objetivos pretende-se alcançar uma tipologia de pomar para a IGP "Maçã de Alcobaça" com densidade e tipo de poda definidas, de forma a atingir produtividades regulares de 50 ton/ha, níveis de coloração superiores a 70%, % de calibres acima de 70mm superior a 50% e Brix acima de 14, especificações que estarão na origem do novo produto "Premium". No final, espera-se que os produtores possam adotar um modelo de pomar com uma densidade de plantação melhor ajustada à realidade edafo-climática da IGP, assim como a realização de podas racionais, ajustadas e equilibradas que permitam maximizar a qualidade final das maçãs.

 

Data da aprovação | 2018-02-07

Data de início | 2017-07-01

Data de conclusão | 2021-12-31

 

https://go-optimal.webnode.pt/

SCAPEFIRE

SCAPEFIRE - A sustainable landSCAPE planning model for rural FIREs prevention

 

Research Project (FCT): PCIF/MOS/0046/2017

The overarching goal of this Project is to propose a landscape planning model that contributes to the prevention of rural fires, considering the ecological, economic and social sustainability of the landscape. In fact, some Portuguese landscapes are highly combustible due to the last four decades of inadequate policies. Despite the importance of spatial planning as a core component in the rural fires prevention, mentioned in the media and the political discourse, its definition and implementation are still to be accomplished.

The proposed project is based on the assumption that a paradigm shift in the land use is needed in favor of a lesser "fire-prone" and more sustainable model. Acknowledging the economic importance of the most fire-prone species, the aim is to create a landscape protection structure against rural fires that, without denying the economic importance that some more fuel species may have, ensures soil, water and biodiversity conservation and socio-economic viability. This structure will be adapted to each type of landscape. In addition to the proposal for a new land-use planning model, the economic evaluation of multifunctional agroforestry systems will be carried out.

PI: Selma Beatriz de Almeida Nunes da Pena Baldaia

Co-PI: Manuela Raposo Magalhães

Starting date: March 2019; Duration: 36 months

Responsible institution: ISA/ULISBOA

 

Partners:  Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), Universidade de Évora (UE) Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FL/ULisboa) Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa (UL) (FA UL/Ulisboa) Universidade Nova de Lisboa (UNL) Instituto Superior Técnico (IST/ULisboa) Direção-Geral do Território (DGT) MUNICÍPIO DE LEIRIA (CMLeiria) Município de Pampilhosa da Serra (CMPS) Fundación de Ecología del Fuego y Gestión de Incendios Pau Costa Alcubierre (FPC) Federação Portuguesa das Associação de Desenvolvimento Local (MINHA TERRA)

Funding: 380.444,50€

LTT - Lycopersicon Two Times

Designação do projeto: LTT- Lycopersicon two times  (GO).

Código do projeto: PDR2020-101-031628

Objetivo principal: Aumento da eficiência dos recursos na produção agrícola e florestal

Região de Intervenção: NUTS2

Entidade beneficiária: Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa

Proponente: CCTI - Associação para a Investigação, Desenvolvimento e Inovação no Setor

Outros parceiros: BENARGO – Cooperativa Agrícola de Benavente, CRL, Fruto Maior, Organização de Produtores Hortofruticolas Lda; RELCAMPO, Unipessoal Lda., TPRO - Technologies, Lda., Sociedade Agrícola Caneja Lda., Sociedade Agrícola Ortigão Costa, Lda; Sociedade Agro-pecuária do Vale da Adega s.a.; Tomataza - Organização de Produtores de Hortofrutícolas, S.A..

Data de aprovação: 19/07/2017

Data de início: 02-01-2017

Data de conclusão: 31-12-2020

Custo total elegível ISA:  58 022.87€ (ISA/ULisboa)

Apoio financeiro da União Europeia: FEADER – 34 813.72€ (ISA/ULisboa)

Site do projeto: https://www.lycopersicon2times.pt/

 

OBJETIVOS:

O custo de plantação da cultura de tomate para indústria (TI) representa cerca de 10% do total de conta de cultura. O desenvolvimento de práticas que permitam explorar por uma segunda vez as plantas em campo, após a colheita mecânica tradicional, representa uma oportunidade competitiva para os produtores de tomate, que dessa forma poderão aproveitar o sistema já instalado desde o início (plantas, adubação de fundo, camalhões, instalação de rega). O projeto visa assim, criar o conhecimento necessário para estabilizar um itinerário técnico, capaz de regenerar a parte aérea, decapitada durante a colheita, aproveitando o já estabelecido sistema radicular.

 

Equipa ISA: António Mexia, Elisabete Figueiredo

ProEnergy

ProEnergy - Novos produtos alimentares e bioenergia a partir de frutos de

baixo valor comercial e resíduos agroindustriais

 

GO 01/ Ação 1.1/2016 -  PDR2020-101-031856

 

Coordenação e parceiros

Investigação / Ensino:

ISA - Instituto Superior de Agronomia (Coordenação)

FC - Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

INIAV - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária

Associações:

APMA –Associação dos Produtores de Maçã de Alcobaça

Empresas:

CAMPOTEC IN - Conservação e Transformação de Hortofrutícolas, SA

COOPERFRUTAS – Coop. Prod. Frutas e Prod. Hortícolas de Alcobaça CRL

FRUBAÇA - Cooperativa de Hortofruticultores CRL

GRANFER - Produtores de Frutas, CRL

Objetivos

O objetivo geral consiste em promover a mudança de uma visão tradicional da gestão de resíduos orgânicos, para uma abordagem que tenha em consideração o Nexus “resíduos-energia-alimentos”, contribuindo para a sustentabilidade da agroindústria e para uma economia hipocarbónica. Pretende-se elaborar roteiros que permitam planear estratégias de promoção da sustentabilidade em torno da valorização de subprodutos e resíduos agro-alimentares, através da produção de novos produtos de valor acrescentado e da conversão bioenergética. Tendo em conta esta abordagem, o projeto tem como objectivos específicos:

• Implementar novas tecnologias para a obtenção de novos produtos (e.g. polpas de frutos) e aditivos (extratos bioativos estabilizados por microencapsulamento) para fortificação de alimentos processados ou para a indústria da cosmética, farmacêutica ou outras, acrescentando assim valor a subprodutos sem valor comercial não utilizados pelos parceiros industriais (e.g. frutos não conformes).

• Estabelecer critérios de otimização do processo de co-digestão com vista à maximização da produção descentralizada de biogás, como fonte de energia primária a ser integrada na indústria, e usada designadamente nos novos processos tecnológicos a implementar.

Ficha do Projecto

 

 

Resultados esperados

Os resultados a atingir são consequência da visão abrangente e integrada que se pretende implementar nos parceiros industriais, no que diz respeito à valorização dos seus subprodutos e resíduos em novos produtos e energia, designadamente:

1. Quantificação e classificação dos subprodutos e resíduos orgânicos das unidades industriais.

2. Implementação de linhas de produção de novos produtos (polpas de frutos e hortícolas de elevada bioatividade) usando como matérias-primas principais subprodutos selecionados.

3. Obtenção de extratos bioativos a partir de subprodutos e frutos não conformes bem como dos resíduos, antes da sua utilização na produção de biogás, com vista ao seu direcionamento para a indústria alimentar ou outras.

4. Integração nas unidades agroindustriais do conceito de “economia circular”, abrangendo a valorização de frutos de baixo valor comercial e resíduos agroindustriais na obtenção de uma energia renovável (biogás). Para melhor comunicar este conceito, prevê-se a realização de ações de divulgação a diferentes níveis e visando diferentes públicos-alvo, e também a elaboração de um vídeo de promoção com os resultados obtidos.

5. Utilização do biogás para a produção de energia térmica nas próprias unidades industriais, e a utilização dessa energia nos novos processos tecnológicos a implementar. A capacidade de utilização industrial do potencial técnico de produção de biogás e a possibilidade de substituição de energia fóssil serão avaliadas, e uma brochura dedicada à valorização energética produzida para ser utilizada em acções de divulgação.

6. Obtenção de um co-produto do processo de digestão anaeróbia, o digerido. Uma vez caracterizado e demonstrado o seu valor agronómico e higio-sanitário, será produzida uma ficha técnica específica, a utilizar em acções de divulgação. 

7. Aumento da competitividade das unidades industriais como consequência da valorização dos seus subprodutos e resíduos.

 

Data de início do plano de ação: 02/10/2017

 

Data de conclusão do plano de ação: 30/09/2020
SafeApple

GO - Operação: 1.0.1 - PDR2020-101-031745

 

Projeto “SafeApple - Conservação da Qualidade da Maçã de Alcobaça: objetivo resíduos zero

Parceiros:  INSTITUTO NACIONAL DE INVESTIGAÇÃO AGRÁRIA E VETERINÁRIA IP, ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE MACA DE ALCOBAÇA; CAMPOTEC IN - CONS. E TRANSFORMAÇÃO DE HORTOFRUTÍCOLAS, SA; CENTRO OPERATIVO E TECNOLÓGICO HORTOFRUTÍCOLA NACIONAL; COOPERFRUTAS - COOP PRODUTORES FRUTA E PROD HORTICOLAS DE ALCOBACA CRL; FACULDADE DE CIENCIAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA; FRUBAÇA - COOPERATIVA DE HORTOFRUTICULTORES CRL; FRUTALCOA SOCIEDADE DE AGRICULTURA DE GRUPO LDA; GRANFER - PRODUTORES DE FRUTAS, CRL; INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA; SOATI - SOCIEDADE DE AGRICULTURA DE GRUPO LDA

 

Sumário

Pretende-se conservar a longo prazo a qualidade nutricional, funcional e organolética da maçã de Alcobaça, visando a obtenção de um produto com elevados padrões de qualidade gustativa e segurança. De uma forma geral, mediante a otimização da aplicação das técnicas culturais, pretende-se aumentar a resistência intrínseca dos frutos ao desenvolvimento de patologias e fisiopatias, favorecendo assim a capacidade de conservação dos mesmos. Isto, aliado à utilização de metodologias de conservação alternativas aos químicos, permitirá obter um novo produto, diferenciado, com resíduos zero ao nível de aplicação de produtos na pós-colheita. Todos estes aspetos traduzem-se numa valorização acrescida do produto, devido ao reconhecimento de garantia de qualidade e de segurança por parte do consumidor, o que também permitirá aumentar quotas de mercado e de penetração em segmentos de mercado diferenciados.

 

Data de início do plano de ação: 01/01/2018

 

Data de conclusão do plano de ação: 31/12/2021

Ficha do Projeto

Ocean2Oils

Title: Integrated approach for seaweeds application as
sustainable source of functional compounds for edible oils stabilization and food processing)

 

Description:

This project aims at the valorization of sea sustainable resources (edible seaweeds from the Portuguese coast) as a source of valuable compounds, following the biorefinery concept, for application in food products and aquaculture feed. Fractionated extraction of seaweeds will be performed to achieve three main goals: (1) to supplement edible oils with extracts rich in bioactive compounds, increasing their biologic value, stability and shelf-life; (2) to use polysaccharide-rich extracts to produce edible coatings for fried foods, aiming at reducing oil absorption while preserving the nutritional and organoleptic properties, and (3) to use seaweed biomass as supplement for aquaculture.

 

Leading institution: Instituto Politécnico de Leiria,

Contact person (ISA): Suzana Ferreira-Dias

LEAF team: Suzana Ferreira-Dias; Margarida Moldão; Vítor Alves

Other partners: Instituto Politécnico de Leiria,  Sovena-Portugal Consumer Goods SA, Francisco Baratizo Lda

Duration: From 2 Set 2019 to 31 Ago 2021

Global funding: 172 615,20 Euros

ISA funding: 74 997  Euros

 

Partners:

Instituto Politécnico de Leiria, Instituto Superior de Agronomia, Sovena-Portugal Consumer Goods SA, Francisco Baratizo Lda.

 
vWISE

Vine and Wine Innovation through Scientific Exchange

MSCA RISE Vwise  (Horizon 2020 - Marie Sklodowska-Curie Actions, Research and Innovation Staff Exchange)

Project number: 872394

vWISE (Vine and Wine Innovation through Scientific Exchange) is a RISE in the field of Viticulture and Oenology, which focuses on the consequences and solutions to the impact of climatic change on vines, grapes and wines: in particular on abiotic stress on vines and grape quality and ripening with genetic exploitation, reduction of alcohol level in wine by adapted yeasts and engineering process, adapted microorganisms to prevent spoilage, wine quality changes and sensorial preservation.

The aim of the project is to build an international and inter-sectoral network composed of recognized Vines and Wine Institutes, Universities and Industries from Europe and outside Europe with complementary competences spanning molecular biologists, eco-physiologists, oenologists, chemists, ecologists, modelers and wine marketing companies, coming from all the partner universities, will exchange skills and knowledge to propose innovative solutions.

https://www.oenoviti.com/news/168-rise-vwise-project-granted-by-the-eu.html

 

More Information:

Leading institution: Université de Bordeaux (France)

Contact person (ISA): Sofia Catarino

LEAF team: Carlos Lopes, Jorge Ricardo da Silva, Luísa Carvalho, Sara Amâncio, Sofia Catarino

Duration: 01/03/2020 – 28/02/2024

Global funding: 874.000,00 €

ISA funding: 138.000,00 €

 

Consortium: Université de Bordeaux (France - Coordinator), Instituto Superior de Agronomia – Universidade de Lisboa (Portugal), Università degli studi di Torino (Italy), Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (Portugal), Instituto de Ciencias de la Vid y el Vino - ICVV (Spain), Agencia Estatal Consejo Superior De Investigaciones Cientificas – CSIC (Spain), Universitat Rovira i Virgili (Spain), Universidad Nacional de Cuyo (Argentina), Universidad de Chile (Chile), The Australian Wine Research Institute – AWRI (Australia), Bodegas Roda (Spain), Biolaffort (France), Stellenbosch University (South Africa)
Umbert-Eco

Title: Ecosystem services on horticulture: value of native mirid species

The present project will look deeply into Dicyphus cerastii bioecology to assess its potential as a biological control agent for protected horticultural crops. This mirid will be firstly collected from different places in Portugal and reared in the laboratory, in ISA. Any species/population morphological differences will be documented. The phylogeny and phylogeography of the Dicyphus genus in the Iberian Peninsula will be studied by FCID. The host plant-prey preference will be assessed in laboratory in ISA with the use of a multi-choice dynamic olfactometer. The combinations that originate interesting responses will be further examined as Organic Volatile Compounds will be extracted and identified by FCID. With the results from the previous stages of the project a conservation strategy will be designed in order to maintain or augment Du populations in protected horticulture, accomplishing to the directive EU 2009/128 on the reducing pesticide use.

 

Reference: PTDC/ASP-PLA/29110/2017

 

Website:

Leading institution: ISA/ULisboa

Contact person (ISA): Elisabete Figueiredo

LEAF team: Elisabete Figueiredo, Paula Soto, Gonçalo Duarte (PhD student)

Duration: 36 months (from 1 Jan. 2020 to 31 Dec. 2023)

Total funding:   236 860,86 EUR

ISA funding:    217 683,61 EUR

 

Partners (institutions): ISA/ULisboa (LEAF and CEF) and FCiências.ID – Associação para a Investigação e Desenvolvimento de Ciências

 

Funded by: FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia national funds (SAICT/2017) 
ALNUS

Title: Avaliação da resistência de Alnus glutinosa ao efeito conjugado de uma doença emergente e stress climático: predição da resiliência dos bosques de amieiro nas redes hidrográficas. | Screening Alnus glutinosa resistance to an emerging disease under climatic stressors: predicting alder forests resilience across river networks.

 

 

Wetland and riparian forests dominated by Alnus glutinosa (alder) are priority habitats at European level, but they have substantially declined with alarming repercussions due key environmental roles of alder.

The main project goal is investigating the resilience variability (phenotypic and genetic) across alder provenances ranging the species distribution to the combined effect of abiotic (environmental stress) and biotic (Phytophthora xalni) pressures. Results intend to aid best management practices, by providing a model to predict alder resilience in different scenarios across hydrographic networks.

Reference: PTDC/ASP-SIL/28593/2017

 

Website: https://www.fct.pt/apoios/projectos/consulta/areas.phtml.en?idElemConcurso=11944

Leading institution: ISA - CEF

Contact person (ISA): Patrícia Rodríguez- González (PI)

LEAF team: Ana Caperta

Duration: From 2019 to 2021

Total funding: 226,772 EUR

ISA funding: 226,772 EUR

 

Partners (institutions):

Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV)

 

Funded by: FCT
AlimentAÇÃO!

Title: AlimentAÇÃO! Circuitos Curtos Agroalimentares para o Direito Humano a uma Alimentação Adequada

Abstract/Summary: Com a gradual descentralização política e administrativa a nível global, as recomendações aos Estados-membros das Nações Unidas constantes nas Diretrizes para apoio à realização progressiva do Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA) no contexto da Segurança Alimentar influenciaram vários Municípios no mundo a reverem ou criarem as suas políticas locais para a alimentação. Este movimento surge porque, durante décadas, os problemas ambientais, sociais e económicos ligados à inexistência e (ou) ineficácia de circuitos curtos agroalimentares (CCA) foram entendidos de forma fragmentada e geridos por um elevado número de instituições e serviços públicos a nível local, regional e nacional. Uma proliferação de políticas setoriais sem conexão coerente impediu uma abordagem estratégica e coordenada para a resolução de problemas nos sistemas alimentares associados. O projeto visa incidir sobre a construção de políticas públicas, mecanismos de governança e instituições adequadas e dá continuidade a uma articulação entre poder local, sociedade civil e academia, facilitada pela FAO. Visa contribuir para construir conhecimento crítico e apoiar a formulação de políticas públicas locais para a criação e consolidação de CCA como uma das componentes de suporte à realização progressiva do DHAA. Espera-se como resultado a disseminação de boas práticas de CCA, a capacitação de agentes rurais de desenvolvimento, e a mobilização da sociedade civil.

 

Reference: PDR2020-2023-045943

 

Website: https://agencianimar.com/projectos/alimentacao-circuitos-curtos-agroalimentares-para-o-direito-humano-a-uma-alimentacao-adequada

Leading institution: ANIMAR – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local

Contact person (ISA): Luís Goulão

LEAF team: Luís Goulão

Duration: From 01/04/2019 to 30/09/2020

Total funding: 100,000.00 EUR

ISA funding: 14,079.92 EUR (to ULisboa)

 

Partners (institutions): ANIMAR – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local, Colégio Food, Farming and Forestry (F3) da Universidade de Lisboa (gathering Instituto Superior de Agronomia (ISA), Faculdade de Direito (FD), Faculdade de Medicina (FM), Faculdade de Arquitetura (FA) e Faculdade de Belas-Artes (FBA)), ACTUAR – Associação para a Cooperação e Desenvolvimento, Câmara Municipal do Fundão, Câmara Municipal de São Pedro do Sul, Câmara Municipal de Vinhais.

 

Funded by: Programa de Desenvolvimento Regional (PDR) 2020, Ação 20.2 – RRN – Áreas de Intervenção 3
MALMON

Title: Mangroves, mangrove rice and mangrove people - sustainably improving rice production, ecosystems and livelihoods

Abstract/Summary: The project aims at increasing the productivity and stabilizing the inter-annual mangrove swamp rice production in Guinea-Bissau, as well as contributing to a better understanding of the drivers and complex dynamics of mangroves’ ecosystem changes. This unique West African agri-aquaculture-livestock farming system relies on the capacity to mobilize specialized knowledge and on massive labor at certain periods of the cycle. At present, such valued farmers’ knowledge and skills have been showing numerous gaps in face of new agroecological and socioeconomic conditions. By including young farmers in the process of co-production of knowledge, the project will additionally involve assisting local actors to improve their understanding and knowledge of ongoing transformations and to develop innovative solutions to cope with these changes. These innovations will respond to threats emanating from climate change and socioeconomic transformations, political instability and institutional weakness, and will maximize the immediate and long-term impact of national and international investments through the creation of synergies with past and ongoing programs. The project will adopt an action-research and participatory-learning approach and will contribute to creating an Agricultural Knowledge and Innovation System (AKIS) able to sustainably merge local and scientific knowledges and formal and informal technology diffusion systems through the co-production of knowledge for the development of technologies, through farmers organization into a cross-country network, the design of early warning systems for the behavior of the rains and the tides and the creation of seeds’ sharing regional networks.

 

Reference: FOOD/2019/412-700, DeSIRA_GB

 

Website: https://europa.eu/capacity4dev/sites/default/files/media/mangrove_guinea_bissau_desira_2020.pdf

Leading institution: Instituto Superior de Agronomia (ISA) – Universidade de Lisboa

Contact person (ISA): Marina Temudo

LEAF team: Luís Goulão, António Mexia

Duration: From 01/01/2020 to 31/12/2024

Total funding: 3,000,000.00 EUR

ISA funding: 2,221,653.00 EUR

 

Partners (institutions): Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa (ISA), Wageningen University (WUR), Institut de Recherche pour le Développement (IRD), and Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa (IGOT). Collaboration with national institions in Guinea-Bissau (namely, Department of Environmental Sciences of Lusófona University-Guinea-Bissau, the Institute of Meteorology, the departments of Rural Engineering (DGER) and Plant Protection (DGPP) of the Ministry of Agriculture, the Center for Applied Fisheries Research (CIPA), the National Institute of Public Health (INASA) and NGOs engaged with “Ianda Guiné Arruz” Project.

 

Funded by: European Commission through the “Development Smart Innovation through Research in Agriculture” (DeSIRA) initiative
Tomatinov

Reference: PDR2020-101-032136, FEADER 1.0.1 Grupos Operacionais

Title: TOMATINOV: Inovação de Produto e de Processo no Tomate de Estufa

 

 

O tomate é o principal fruto hortícola, com uma grande penetração de consumo na população portuguesa e europeia, nos diferentes segmentos etários, de rendimento e de estilos de vida. Não obstante a popularidade deste fruto, é comum a queixa do consumidor em relação ao sabor do tomate existente no mercado. As principais cadeias de distribuição nacionais e europeias têm programas de desenvolvimento de produto focadas na melhoria do sabor do tomate fresco. O total aproveitamento dos sistemas de cultura protegida sem solo requer uma endogeneização do conhecimento e a sua adequada transferência para a produção e neste momento, é reconhecido pelos agentes que as possibilidades tecnológicas não estão a ser exploradas plenamente por falta de investigação de translação adequada, o que é indispensável para aumentar o retorno do capital investido nas infraestruturas e equipamentos. Este projeto visa melhorar a eficiência de utilização dos recursos, nomeadamente da água e dos fertilizantes, e simultaneamente melhorar a produtividade e qualidade do tomate fresco, contribuindo para o posicionamento nacional no contexto europeu como um território de excelência para a produção de tomate fresco de época, sem resíduos, de qualidade sensorial consistente.

More Information:

Web site: https://tomatinov.wordpress.com/

 

Leading institution: Instituto Politécnico de Santarém

Contact person (ISA): ---

LEAF team: Margarida Oliveira (PI)

Duration: From 15-10-2018 to 14-10-2021

 

Global funding: 383.833,00 EUR

ISA funding:----

 

Partners: AIHO; Carmo e Silvério; HortoMaria; Olhorto
ECOVINHO&AGRO

Reference: POCI-02-0853-FEDER-026592

Title: ECOVINHO & AGRO Promoção da Ecoeficiência dos Processos Produtivos no setor vinícola

 

O Projeto Conjunto Eco Vinho & Agro promovido pela AMOG em parceria com Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém, pretende desenvolver um programa estruturado de intervenção num conjunto de PME, ligadas maioritariamente ao setor vinícola, tendo em vista a valorização económica dos resíduos, aumentando consequentemente a sua competitividade. O projeto visa assim a otimização dos processos produtivos, tendo em vista a melhoria da produtividade e a utilização de recursos (matérias primas, recursos naturais, energia, etc). O projeto Eco Vinho & Agro tem como principais objetivos: - Aumento dos índices de produtividade nas empresas - Redução de custos com recursos - Adaptação das caraterísticas do processo produtivo às caraterísticas da região - Tornar as empresas mais competitivas, com aumento das margens operacionais - Apoio na cadeia de distribuição.

More Information:

Web site:

Leading institution: AMOG

Contact person (ISA): ---

LEAF team: Margarida Oliveira (PI); Artur Saraiva

Duration: From 15-05-2018 to 13-05-2021*

 

Global funding: 930 896,94 EUR

ISA funding:----

 

Partners: IPSantarém

* Prorrogação de prazo em análise
CoffeeRES

Title: Exploring new sources of coffee resistance to leaf rust (Hemileia vastatrix)

Abstract/Summary:

Coffee leaf rust, caused by the biotrophic fungus Hemileia vastatrix (Hv), is the most important disease of Coffea arabica. This project aims to apply an integrative approach to explore a potential new source of coffee resistance to Hv, dissect host resistance mechanisms and provide tools for rapid and easy selection of resistant genotypes. The Kawisari hybrid (C. arabica x C. liberica) derivative (CIFC 644/18), recently used as resistant donor in breeding programmes in India, was selected to characterize its resistance by integrating cytology, next generation sequencing by Illumina, and RTqPCR gene expression analysis. Combining all data, we expect, as an ultimate goal, to identify biomarkers putatively linked to coffee resistance, which will be tested on other coffee genotypes with large spectra of resistance to Hv, as a future useful tool for marker assisted selection. Sequence information will be made publicly available for future projects on coffee and other crops.

 

Reference: PTDC/ASP-PLA/29779/2017

 

Website: (under construction)

Leading institution: ISA, Universidade de Lisboa

Contact person (ISA): Maria do Céu Silva

LEAF team: Ana Paula Pereira, Andreia Loureiro, Dora Batista, Helena Gil Azinheira, Leonor Guerra Guimarães, Maria do Céu Silva, Sílvia Tavares, Vítor Várzea

Duration: From 30/12/2019 to 29/12/2022

Total funding: 239.025,80 EUR

ISA funding: 180.275,80 EUR

 

Partners (institutions): FCUL (BioISI), ICETA/CiBio-InBIO

 

Funded by: FEDER e FCT

Lacties

Designação do projeto: LACTIES - Inovação, Eco-Eficiência e Segurança em PMEs do Setor dos Lacticínios


Objetivos principais: Inovação em produtos lácteos convencionais; Melhoria da eficiência energética do processo produtivo de requeijão e desenvolvimento de soluções para a recuperação do sorelho e de permeados de UF.

Data de aprovação: 2017-09-06
Data de início: 2017-10-01
Data de conclusão: 2021-09-30
Custo total elegível ISA: 5.998,57€ (ISA/ULisboa)


Apoio financeiro da União Europeia: FEADER 3.599,15€ (ISA/ULisboa)


Site do projeto: http://www.lacties.com/

 

Ficha do Projecto

 
GO - ProtecEstenfilio

Designação do projeto: ProtecEstenfilio (GO)

Código do projeto: PDR2020-101-030869

Objetivo principal: Estudar a evolução da estenfiliose na cultura da pereira 'Rocha' e aplicar um conjunto de práticas que permitam minimizar o impacto da doença, com base na utilização otimizada dos recursos (água, fertilização, agentes de controle biológico e fungicidas).

Objetivos específicos:

a) Avaliação do status quo do pomar e a incidência de estenfiliose: avaliação das práticas culturais efetuadas pelos diferentes produtores nos últimos 5 anos, com recurso a inquéritos, a avaliação da flora existente nos pomares e o acompanhamento dos pomares durante o período de execução do projeto contribuirá para se estabelecerem possíveis relações entre as práticas culturais e a incidência da doença.

b) Otimização dos meios de luta química:

- realização de ensaios de eficácia biológica de fungicidas e biofungicidas in vitro e/ou in vivo utilizando uma seleção caracterizada de isolados patogénicos com diferentes virulências e seleção dos mais eficazes.

- instalação de ensaios de campo com os fungicidas e biofungicidas que demonstraram maior eficácia e avaliação de diferentes épocas de aplicação.

c) Otimização de meios de luta cultural: procurar-se-á analisar a eficiência de diferentes práticas fitotécnicas na redução da manutenção e viabilidade do inóculo no pomar, nomeadamente desenvolver um equipamento agrícola para a remoção dos frutos e folhas infetados do pomar.

Entidade beneficiária: Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa

Proponente: Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (COTHN);

Região de Intervenção: NUTS2

Equipa ISA: Cecilia Rego, Mariana Mota, Cristina Oliveira e Bolseira de investigação

 

Outros parceiros: Frutoeste - Cooperativa Agrícola de Hortofruticultores do Oeste-CRL; Associação dos Produtores Agrícolas da Sobrena (APAS); Centro de Produção e Comercialização Hortofrutícola Lda. (CPF); FRUTUS - Estação Fruteira do Montejunto CRL; Cooperativa Agrícola dos Fruticultores do Cadaval CRL; Instituto Politécnico de Castelo Branco; Universidade de Évora; Cooperativa Agrícola do Bombarral CRL (CAB).

 

Data de início: 01-01-2017

Data de conclusão: 01-12-2021

Custo total elegível lSA: 79465,47 € (ISA/ULisboa)

 

Apoio financeiro da União Europeia: FEADER – 79465,47 € € (ISA/ULisboa)

 

Site do projeto: https://protecestenfilio.webnode.pt/

Ficha do projeto
 

 

FERMENTEDFOOD

Traditional Portuguese crops meet Eastern microbial eukaryotic fermenters for the production of innovative food

Description: Eastern fermented foods, based on seed fermentations performed mainly by eukaryotic strains are among the most desired by consumers for their nutrition value and potential as Functional foods, and by Chefs for their diversity and originality. Yet, these products are usually produced by spontaneous and poorly characterized fermentations under non-controlled conditions, which are not compatible with the high-quality standards demanded by Western consumers and top Chefs.

The project aims to produce new and safer Asian-derivative fermented products, with new textures and flavors, based on Portuguese traditional crops fermented by eukaryotic probiotic strains under controlled conditions. This goal will be achieved by integrating the expertise on microbiology and rheology and on molecular gastronomy.

This approach will contribute to promote the diversification of healthier and more nutritional diets, aligned with Mediterranean diet and Portuguese gastronomic/cultural traditions.

More Information

 

Reference: PTDC/OCE-ETA/29770/2017

 

Leading institution: Instituto Superior de Agronomia

LEAF team: Catarina Prista (PI), Anabela Raymundo (Co-PI), Mariana Mota, Marisa Santos; Maria da Conceição Dias

Contact person (ISA): Catarina Prista (cprista@isa.ulisboa.pt)

Duration: From  October 2018 to March 2022

Global funding: € 220,578.37

FCT funding: € 220,578.37

 

Partners: Instituto Superior de Agronomia

STEnCIL

STEnCIL | SusTentável EfiCIente Lablab

STEnCIL focuses on the promotion of Lablab purpureus (L.) Sweet (Lablab), as a practice for improving efficiently the use of natural resources in agricultural production.

In view of the challenges related to intensive cash crops agricultural sustainability, STEnCIL aims to promote the agricultural practice of Lablab purpureus (L.) Sweet, commonly known as hyacinth bean, a multifunctional legume (food - pulse and vegetable; feed; green manure; nutraceutical; ornamental), with outstanding ability to withstand long periods of drought, even more that cowpea or common bean. STEnCIL addresses key issues associated with the cost-effectiveness and sustainability of agricultural production: Soil and water availability and sustainability; Adaptation to climate change; Reduction of inorganic fertilizers and pesticides; Production of quality food and feed.

STEnCIL aims to determine the most suitable hyacinth bean variety for the production of seeds, forage and/or green manure according to the farmer’s needs (producers of tomato for industry) according to the environmental constrains continuously monitored by innovative smart agriculture technologies. Ultimately, the production of hyacinth bean in rotation with cash crops, such as tomato for industry, will help in the long run, to restore and preserve the existing natural resources (soil and water), decrease the use of nitrogen fertilizers and other production factors whilst improving the productive capacity of those crops.

More Information:

 

Reference: PDR2020-101- 031465

 

Web site: https://stencilablab.wixsite.com/stencil

Leading institution: Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa

Contact person (ISA): Patrícia Vidigal (pvidigal@isa.ulisboa.pt)

LEAF team: Patrícia Vidigal, Erika Santos, Luís F. Goulão, Wanda Viegas, Maria Manuela Abreu

ISA team: Carlos Noéme, João Pedro Bengala Freire, Augusto Manuel Correia, Henrique Ribeiro

Duration: From 30/11/2016 to 31/07/2021

Global funding: 445 559,71 € - FEADER 334 170,15 €

ISA funding: 245 416,17 € - FEADER 184 062,22 €

 

Partners: PDR2020-101-031469 Isabel Maria dos Santos Guiomar; PDR2020-101-031471 BENAGRO – Cooperativa Agrícola de Benavente, CRL; PDR2020-101- 031473 Sociedade Agro-Pecuária do Vale da Adega, S.A.; PDR2020-101-031475 CCTI – Associação para a Investigação, Desenvolvimento e Inovação no Sector; PDR2020-101-031477 TPRO – Technologies, Lda.; PDR2020-101-031479 Sociedade Agrícola Ortigão Costa, Lda.; PDR2020-101-031480 SOLUZER – Sociedade Agrícola, Lda.

Intervention National regions are NUTS II and NUTS III.

 

Funded by: Portuguese Rural Development Program 2020 (PDR2020) -  European Agricultural Fund for Rural Development (EAFRD)

FERTICYCLE

New bio-based fertilisers from organic waste upcycling.

The EU is heavily import dependent for more than 90% of the nonrenewable phosphorus and synthetic nitrogen fertilisers consumed. This has large economic cost (more than €15 billion/y) and negative environmental impacts from fertiliser production and use. European farmers and fertiliser industry therefore urgently need techniques for increasing substitution of synthetic with waste-derived nutrients formulated into high-quality, bio-based fertilisers to fulfill the EU action plan on circular economy. However, this requires research into new processing, application and assessment and more innovative and entrepreneurial scientists capable of meeting these future needs – FertiCycle aims to to fill this gap.

More Information

 

Website: https://plen.ku.dk/english/research/plant_soil/sf/research-projects/ferticycle/

Leading institution: University of Copenhagen (Denmark)

Contact person (ISA): David Fangueiro

LEAF team: G1

 

Other partners:  Wageningen University; ETH, University of Torino; Bangor University; Ghent University; INRAE; Aarhus University; United Experts; ADAS; SCAM; InnoLab; AgroParis Tech; Fertilizers Europe

 

Duration: From January 2020 to December 2023

Global funding: 4 114 378 Euros

ISA funding: 237 720 Euros

 

“This project has received funding from the European Union’s Horizon 2020 research and innovation programme under the Marie Sklodowska-Curie grant agreement No.860127”

SOILCOMBAT

Engineering the sponge function of Portuguese pasture soils to sustainably combat desertification

Desertification is a growing concern in Portugal as models predict decreasing annual precipitation, and higher intensity events especially in the winter season [25], and increasedpotential evapotranspiration [24]. SOILCOMBAT’s idea is to adapt the sponge function of pasture soils by engineering them with designer biochar to raise the organic matter saturation several times, without the need for regular inputs of organic matter because the turnover of biochar is 100-1000 times slower. The <design> aspect of biochar relates to the type and amount of biochar that optimises the sponge function without compromising other key desertification indicators, e.g. salinization and decline in biodiversity.

SOILCOMBAT aims to engineer the sponge function of Portuguese pasture soils to sustainably combat desertification. SOILCOMBAT’s main innovative aspect is the focus on the sponge function of soil COMBINED with screening for potential trade-offs - such as germination, soil ecotoxicity – to maintain sustainability. Desertification is a crosscutting issue of the soil threats: i) erosion; ii) decline in SOC; iii) salinization; and iv) decline in soil biodiversity [23]. Therefore, to study sustainability trade-offs, dose-responses of biochar treatments for these soil threats are paramount. The approach combines lab, lysimeter and field experiments with quantitative meta-analysis and development of carbon and water footprint methods.

 

SOILCOMBAT’s results will: i) contribute to combating desertification, restoring and promoting sustainable use of terrestrial ecosystems (SDG15); ii) strengthen resilience and adaptive capacity to climate-related hazards, to strengthen capacity for adaptation to climate change, extreme weather, drought, flooding (SD13); ensure resilient agricultural practices that increase productivity and production, improving land/soil quality (SD2). Because SOILCOMBAT’s field site is on the experimental farm of Terraprima, the outlook for continued monitoring after the project’s lifetime is positive, either as part of a new competitively-funded project, continued funding from an institutional project, or by Terraprima’s own resources. SOILCOMBAT will deepen the knowledge base of what tools are available to help combat desertification for regional and national policy development.

 

More Information

 

Reference: PTDC/EAM-AMB/0474/2020

Leading institution: Universidade de Aveiro

Contact person (ISA): David Fangueiro

LEAF team: G1

Duration: From 01/06/21 to 31/05/2024

Funder: Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT)

Global funding: 249 997 €

ISA funding: 18 875 €

 

Underclime

Unveiling the drivers of greenhouse gases emissions from drylands and their sensitivity to climate change

The IPCC provides unequivocal evidence of climate change (CC), but is still a major scientific challenge to quantify the joint effects of different CC drivers on multiple ecosystem features, functions and services. Even more uncertainty exists about how CC-driven alterations in ecosystem processes will feed CC back. Ecosystems can influence CC by sequestering or emitting greenhouse gases (GHG), but these biotic feedbacks still constitute one of the major uncertainties to project future climate scenarios. The study of the GHG emissions is further justified by its influence in ecosystems productivity, in their ability to store C, or in atmospheric pollution. We aim to help evaluating the soil-atmosphere GHG exchange in drylands (which already occupy more than 40% of the terrestrial surface), to unveil the biotic and abiotic drivers and mechanistic processes behind it, and to understand how projected changes in climate will jointly affect it at regional and global scales.

 

More Information

 

Reference: Projeto 02/SAICT/2017

 

Leading institution: Universidade de Coimbra

Contact person (ISA): David Fangueiro

LEAF team: G1

Duration: From 15/10/2018 to 14/10/2021

Funder: COMPETE 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia I. P./MCTES através de fundos nacionais (PIDDAC).

Global funding: 239 827 Euros

ISA funding: 18 253 Euros

IDEAS4life

IDEAS4life - Novos IngreDiEntes Alimentares de Plantas MarítimaS project

The tasks developed by ISA aimed to:

-Develop cereal-based products (cookies, bread and/or pasta) with the incorporation of halophyte plants.

- Optimize the formulations of the different products aiming at the incorporation of quantities of halophytes that guarantee compliance with the maximum salt levels legally provided;

- Assess the possibility of associating nutritional claims to products developed.

More Information

 

References: PTDC/BAA-AGR/29305/2017|POCI-01-0145-FEDER-029305 -

 

Leading institution: Universidade de Coimbra

 

Contact person (ISA): Anabela Raymundo

 

LEAF team: Anabela Raymundo e Isabel Sousa

 

Duration:  From 26/07/2018  to 25/07/2021  

 

Global funding: -

 

ISA funding: 8 000 € (6 months)

A2F

Title: Algae to Future

Abstract: A2F's vision is to lay the foundation for industrial microalgae production in Norway, utilizing natural resources and waste streams from existing production lines within agriculture, aquaculture and process industry.

A2F addresses key challenges that today limit sustainable and profitable use of microalgae based technologies.

Norway has special natural resources and favourable conditions for culturing microalgae, but also special needs for proteins and fatty acids for sustainable fish farming and agriculture industries

A successful A2F will demonstrate the potential for future development of a wide range of novel food and feed, produced in a sustainable and environmentally friendly way.

The potential benefits to society are considerable when producing high quality proteins and fatty acids, as well as other bioactive molecules, at the lowest possible trophic level without need for arable land.

More Information

Reference: nº: 267872/E50

 

Web site: https://www.nibio.no/en/projects/algae-to-future-a2f

Leading institution: NOFIMA

Contact person (ISA): Anabela Raymundo

LEAF team: Anabela Raymundo, Isabel Sousa, M. Cristiana Nunes

Duration: From 01/04/2017 to 31/12/2021

 

Global funding: NOK 54.7 mill

 

Partners:NORCE,  University of Bergen (UiB), Norwegian University of Life Science (NMBU), Norwegian institute of Food, Fisheries and Aquaculture Research (Nofima AS), Nord University, Institute of Marine Research, Centre for Applied Research at Norwegian School of Economics (SNF), Volda University College, Folvengaard AS, Nøgne Ø - the brewery from Norway that refuses to compromise, Råde Bakeri og Konditori Nærbakst as, Europhama AS, Vital Seafood AS, County Governor of Vestland, Wageningen University, University of Lisbon, Tokyo University of Marine Science and Technologi, Fitoplancton Marina S.L., LGem b.v.

 

Funded by: the Research Council of Norway’s BIONÆR Programme

AlgaeGreenCheese

Title:  AlgaeGreenCheese: Cheeses nutritionally enriched with microalgae.

Abstract: O AlgaeGreenCheese, tem como objetivo avaliar o impacto da incorporação de três microalgas na produção de queijos de diferentes tipologias (fresco, curado e de barrar), no sentido de possibilitar a sua comercialização suportada em alegações nutricionais e de saúde. Os produtos de valor acrescentado a desenvolver, que assumem um posicionamento na área da saúde, pretende-se que conjuguem aspetos tradicionais e fatores de inovação, e que correspondam a uma oferta disruptiva no mercado dos queijos. Para além dos aspetos nutricionais associados à proteína, à fonte de minerais e de vitaminas, pretende-se também desenvolver produtos adequados a novos conceitos de consumo, como seja o consumo na forma de snacks, na preparação de mini-meals ou como bases para preparados de aplicação gastronómica.

 

More Information

 

Reference: PO Lisboa/Project 45279

Leading institution: J. D. – Empresa de Lacticínios S.A.

Contact person (ISA): Anabela Raymundo

LEAF team: Anabela Raymundo, Isabel Sousa, Cristiana Nunes

Duration: From 01/09/2019 to 31/08/2021

Partners: J. D. – Empresa de Lacticínios S.A.

 

Funded by: Feder Funds, COMPETE 2020

CleanLabel+

Title: cLabel+: Alimentos inovadores “clean label” naturais, nutritivos e orientados para o consumidor

Abstract: O cLabel é um projeto promovido por um consórcio liderado pela Sumol+Compal, reunindo um total de 20 entidades, entre empresas (8) e entidades não empresariais do sistema de I&I (12), tendo como objetivo geral responder aos desafios que o consumidor coloca à industria alimentar. Com este projeto, pretende-se desenvolver processos e produtos que sejam entendidos pelo consumidor como consistentes com produtos com ingredientes naturais, com limitada utilização de um número elevado de aditivos, e que permitam, pelas suas propriedades físicas, químicas e nutricionais, proporcionar a experiência esperada, mantendo a segurança alimentar.

 

More Information:

 

Leading institution: Sumol+Compal

Contact person (ISA): Anabela Raymundo

LEAF team: Anabela Raymundo, Isabel Sousa, Catarina Prista, Ricardo Boavida Ferreira, Suzana Ferreira Dias, Otília Carvalho, Elisabete Figueiredo, Luisa Louro Martins, Helena Alegre, Miguel Pedro Mourato, Vitor Alves, Margarida Moldão

Other partners: SUMOL+COMPAL MARCAS, S.A, Associação Integralar – Intervenção de Excelência no Setor Agro-Alimentar;  Universidade do Minho; Instituto Nacional de Investigação Agraria e Veterinária; O International Iberian Nanotechnology Laboratory ; Universidade de Aveiro; Sense Test - Sociedade de Estudos de Análise Sensorial a Produtos Alimentares, Lda; Mendes Gonçalves, S.A.; Universidade de Coimbra ; Wedotech– Companhia de Ideias e Tecnologias, Lda; Vieira de Castro – Produtos Alimentares S.A.; REQUIMTE - Rede de Química e de Tecnologia - Associação; Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Universidade de Porto ; Frulact – Industria Agro-Alimentar, S.A.; Universidade Católica Portuguesa; Universidade Nova de Lisboa – NOVA Medical School; Primor Charcutaria – Prima, SA ;  Sociedade Portuguesa de Inovação, C.E.F.I., S.A.

Duration: From 01/06/2020 to 31/05/2023

Global funding: 5,6 M€

ISA funding: 381 k€

Funded by: Feder Funds, Portugal 2020

INTERPHENO

Title: Uma aproximação interdisciplinar à fenotipagem de alto débito em plantas.

Abstract: There is a rising consensus among biologists that plant phenotyping – the systematic quantitative measurement of plant traits – is a bottleneck to advancing both fundamental research and plant and crop breeding. Several international initiatives in high-throughput plant phenotyping (HTPP) are at course. Plant phenotyping is an emerging science that combines multiple methodologies and protocols to measure plant growth, architecture, and composition at different scales of organization. Phenotyping is interdisciplinary and because of that the project’s team included agronomists, biologists, physicists, informaticians and engineers committed to develop a novel prototype of a semi-automated HTPP platform at an affordable cost, incorporating machine learning techniques to process imaging and spectroscopic data. Two biological models will be used: Vitis sp. and Arabidopsis thaliana. In Vitis we will study the resistance to fungal infection, and test the automatic screen of resistant/susceptible individuals/cultivars based on imaging and spectroscopic data coupled to artificial intelligence techniques. In Arabidopsis we will use the available diversity of genotypes to test the ability of automatically classify their response to drought stress. The project will proceed in 3 phases. In phase 1, different optical sensors and different machine learning algorithms will be tested in Vitis sp. and Arabidopsis plants. The most efficient and cost effective solution will be selected. The possibility of extending their use to satellite analysis will be evaluated. In phase 2, it will be designed, built and tested a simplified prototype of a semi-automated HTTP platform. This prototype will do only a two dimension image analysis and will be tested on Arabidopsis. In phase 3 the platform will be upgraded to include a tridimensional image analysis system and will be tested on Vitis sp.. This novel prototype will help crop breeding foster national investigation in the domains fundamental plant biology, crop phenotyping, image analysis and processing software.

 

More Information

 

Reference: PTDC/ASP-PLA/28726/2017

Web site: http://interpheno.rd.ciencias.ulisboa.pt/

Leading institution: FCiências.ID - Associação para a Investigação e Desenvolvimento de Ciências (Fciências.ID)

Contact person (ISA): Jorge Marques da Silva

LEAF team: Joaquim Miguel Rangel da Cunha Costa

Other partners: Universidade Nova de Lisboa (UNL); Instituto Superior de Agronomia(ISA/ULisboa); INOV INESC; Inovação - Instituto de Novas Tecnologias (INOV/INESC/IST/ULisboa)

Duration: 2018 - 2021

 

Global funding: 236 664 €

ISA funding: 8 000 €

Funded by: Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT)

BIOMA

Title: Soluções integradas de BIOeconomia para a Mobilização da cadeia Agroalimentar.

Abstract:  O projeto BIOma - Soluções integradas de BIOeconomia para a Mobilização da cadeia Agroalimentar, pretende investigar e desenvolver soluções tecnológicas e biotecnológicas para potenciar a bioeconomia, a digitalização da indústria e a diminuição do desperdiço alimentar. O projeto reúne um consórcio alargado de 24 entidades de referência nacional, com posicionamento global, inseridas na cadeia de valor agroalimentar e das TIC, tendo como objetivo investigar e desenvolver soluções inovadoras para a Sustentabilidade, Combate ao Desperdício, Valorização de Resíduos e Rastreabilidade.

 

More Information

Reference POCI-01-0247-FEDER-046112

Estrutura do Projeto

PPS 1. SiBio – solução digital de avaliação de sustentabilidade para a cadeia de valor agroalimentar

PPS 2. BioSave – soluções de combate ao desperdício alimentar

PPS 3. BioValue – soluções e valorização de resíduos e subprodutos para a cadeia de valor agroalimentar

PPS 4. BioTrace – solução integrada de rastreabilidade para a cadeia de valor agroalimentar PPS 5. BioEcosystem – soluções de bioeconomia para o mercado através do digital innovation hub

PPS 6. Gestão e Disseminação do Projeto. Esta equipa encontra-se envolvida nas PPS 1, PPS3, PPS5 e PPS6.

Leading institution: Campotec IN IN – Conservação e Transformação De Hortofrutícolas S.A. (PROMOTOR LIDER)

Contact person (ISA): Margarida Oliveira

LEAF team: Margarida Oliveira, Artur Saraiva

Duration: From 01/07/2020 to 30/06/2023

Global funding: 6.176.344,50€

 

ISA funding: 0 €

 

Partners: CAMPOTEC IN – Conservação e Transformação De Hortofrutícolas S.A. (PROMOTOR LIDER);  Anselmo Mendes Vinhos Lda; SGS Portugal – Sociedade Geral de Superintendência S.A.; DEIFIL Technology Lda; SORTEGEL – Produtos Congelados, S.A.;
FOODINTECH Lda; SILVEX – Indústria de Plásticos e Papéis, S.A; ITAU – Instituto técnico de alimentação Humana, S.A.; BRIDGEPOINT – Engenharia de Sistemas, Lda; INOVA+ - Innovation Services, S.A.; ACUSHLA, S.A.; SONAE MC – Serviços partilhados, S.A.; TJA – Transportes J. Amaral S.A.; LIPOR – Serviço intermunicipalizado de gestão de resíduos do grande Porto; Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Faculdade de Ciências da Universidade do Porto; Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto
Instituto de Soldadura e Qualidade; MORE – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação – Associação; Instituto Politécnico de Bragança Instituto Politécnico de Viana do Castelo; Universidade de Évora; Universidade Católica Portuguesa

 

NRF

Title: Knowledge and Research for Nutrition (Nutrition Research Facility)

Abstract: Enhancing Evidence-Informed Decision Making in Nutrition. The European Union’s commitment to nutrition is to support partner countries from developing countries to reduce the number of stunted children under the age of five by at least 7 million by 2025. The projet is funded by its Directorate-General International Partnerships (DG INTPAR) and implemented by Agrinatura and aims at providing evidence-based research and Monitoring & Evaluation expertise to the Commission, to EU delegations, and to 42 low-and-middle-income EU partner countries. The overall objective of this project is to enhance evidence-informed decision-making in the field of nutrition and nutrition-sensitive policies and projects. By harnessing its expertise and relevant networks, the project will (1) identify demand for evidence, (2) mobilise expertise and address this demand, and (3) facilitate the uptake of evidence by decision makers from the EU and EU Members States (in relation to their development policies) as well as EU Partner Countries prioritising nutrition. NRF deals with questions on nutrition-sensitive interventions arising from various sectors of activity and all forms of malnutrition will be taken into consideration (undernutrition, micro-nutrient deficiency and over-nutrition). Due consideration is given to diets as a key driver of nutritional status, but also to the social determinants of nutrition. Specific consideration is also given to identifying proxy variables to assess the impacts of interventions on the wider food system to track broader impacts of programmes than the nutritional status. Where relevant, consideration of the sustainability of human diets and food systems are integrated into the approach.

 

More information

 

Reference: DCI-FOOD/2019/408-364

 

Website: (under construction)

Leading institution: Ghent University (Belgium) / Agrinatura

Contact person (ISA): Luís Goulão

LEAF team: Anabela Raymundo, Catarina Prista

Duration: From 01/04/2020 to 31/03/2024

Total funding: 6,588,500.00 EUR

ISA funding: 520,800.00 EUR

 

Partners (institutions): Agrinatura, University of Ghent (UGhent), Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa (ISA-ULisboa), University of Greenwich’s Natural Resources Institute (NRI), Agropolis International, Institut de Recherche pour le Développement (IRD), French Agricultural Research Centre for International Development (CIRAD).

GO-IntenSusVITI

Designação do projeto: Intensificação Sustentável da Vitivinicultura através da poda Mecânica

Código do projeto: PDR2020-101-032001

Objetivo principal: desenvolver um processo de Intensificação Sustentável da Vitivinicultura visando o aumento da produtividade da vinha através de inovação tecnológica, centrada na mecanização da poda, na otimização do sistema cultural com o recurso a ferramentas de viticultura de precisão, no sequestro de carbono nos solos vitícola e na redução do seu impacto ambiental

Região de Intervenção: NUTS II Norte, Centro, AM Lisboa e Alentejo

Entidade beneficiária: Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa

Proponente: Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa

Outros parceiros: ADEGA COOPERATIVA DE ALMEIRIM CRL; ATEVA-ASSOCIAÇÃO TÉCNICA DOS VITICULTORES ALENTEJO; AVIPE - ASSOCIAÇÃO DE VITICULTORES DO CONCELHO DE PALMELA; JORGE MANUEL PAIS DE FIGUEIREDO VIEIRA GRAÇA; JOSE MARIA DA FONSECA, SUCESSORES-VINHOS S.A.; QUINTA DA AROEIRA, SAG LDA; QUINTA DE LOUROSA - SOCIEDADE AGRICOLA LDA; QUINTA DO GRADIL - SOCIEDADE VITIVINICOLA, S.A.

Data de aprovação: 19/07/2017

Data de início: 01/01/2017

Data de conclusão: 31/12/2021

Custo total elegível ISA:  232 322 € (ISA/ULisboa)

Apoio financeiro da União Europeia: FEADER 141,148.75€ (ISA/ULisboa)

Site do projeto: http://www.intensusviti.eu

Objetivos: O Grupo Operacional IntenSusVITI tem como objetivos:

- desenvolver um processo de Intensificação Sustentável da Vitivinicultura visando o aumento da produtividade da vinha através de inovação tecnológica, centrada na mecanização da poda, na otimização do sistema cultural com o recurso a ferramentas de viticultura de precisão, no sequestro de carbono nos solos vitícola e na redução do seu impacto ambiental;

- criar um novo produto: “Vinho de Uvas de Baixa Pegada Ecológica”.

Equipa ISA: Henrique Ribeiro (coordenador do GO), António Mexia, Jorge Ricardo da Silva, José Carlos Franco, Ricardo Braga, Sofia Catarino e Elsa Borges da Silva.

Ficha do projeto

DiSSCo PREPARE

Designação do projeto: DiSSCo PREPARE (Distributed System of Scientific Collections - Preparatory Phase Project

https://cordis.europa.eu/project/id/871043

 

 
RIAAC-AGRI 
RIAAC – AGRI
Title  Rede de impacto e adaptação às Alterações Climáticas nos sectores agrícola, agroalimentar e florestal
Description….(abstract)
 
As alterações climáticas constituem uma das maiores ameaças ambientais, sociais e económicas que o planeta e a humanidade enfrentam. As projecções científicas apontam que a região mediterrânica será particularmente afectada nos próximos anos. Face a esta realidade que a todos preocupa, foi objectivo deste projecto municiar o sector agroflorestal nacional de informação relevante que nos permita mitigar os efeitos das alterações climáticas no nosso país. O projecto tem como objetivos específicos fazer um levantamento exaustivo da informação científica existente nesta área, através da consulta de projectos de investigação e artigos científicos que se encontravam “dispersos” por várias Instituições do meio científico e académico; propor um conjunto de recomendações de Boas Práticas Agrícolas para mitigar os efeitos das alterações climáticas nos sectores do milho, tomate de indústria, regadio e florestas. O plano de ação incluiu: fazer um levantamento exaustivo da informação científica existente nesta área tendo-se identificado 176 projectos de investigação e 311 artigos científicos; disponibilizar a informação recolhida na plataforma da Rede Rural Nacional,  centralizando-a e facilitando a interacção entre os diversos atores;
promover Focus Groups para analisar e debater a informação seleccionada e produzir     recomendações de boas práticas, com especial incidência no milho, tomate de indústria, regadio e floresta (Coruche, 29/11/2019); adoptar planos de comunicação tendo em vista a sensibilização do sector agroflorestal para a temática das alterações climáticas, desenvolvendo diversos conteúdos de promoção e disseminação de resultados; organizar uma Conferência Final para apresentação e divulgação dos resultados do projecto.
 
Resultados obtidos
_ Webinar "Alterações Climáticas: que desafios para o sector agroflorestal?" – Consulte a gravação do Webinar 
_ Vídeos – Boas Práticas – Alterações Climáticas – Geral | Milho | Tomate de Indústria | Regadio | Florestas
_ Fichas Técnicas – Alterações Climáticas – Milho | Tomate de Indústria | Regadio | Florestas
_ Catálogos de Projectos – Milho / Tomate de Industria / Regadio | Florestas 
_ Repositório - Alterações Climáticas - Artigos Científicos | Projectos de Investigação
 
 
 
More Information: 
Leading institution: ANPROMIS
Contact person (ISA): Luís Mira da Silva
LEAF team: Luís Mira da Silva, Teresa A. Paço
Other partners: COTR, FNOP, ISA, UNAC
Duration: From 01.02.2018 to 31.12.2020 
Global funding: € 149 814,87
ISA funding: € 44 976.82
Apoio financeiro da União Europeia: FEADER 44.976,81€
 
 
Partners:
 
(logo)
 
 
 
 
 
 
 
 
FermentedVegAlgae - Designação do Projeto | FermentedVegAlgae - Desenvolvimento de produtos fermentados inovadores a partir
de algas e vegetais

Número do Projeto | 47079
Tipologia da Operação | Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT)
Programas em Co-Promoção

Códigos da Operação | POCI-01-0247-FEDER-047079
LISBOA-01-0247-FEDER-047079
Objetivo temático | OT 1 - Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
Região de Intervenção | Lisboa, Alentejo

Promotor líder | Mendes Gonçalves, S.A.
Copromotores | SONAE MC Serviços Partilhados, S.A.; ISA - INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA;
Data de aprovação | 01-04-2021
Data de início | 01-01-2021
Data de conclusão | 30.06.2023

Investimento total elegível | 785.123,89 euros
Apoio financeiro da União Europeia através do FEDER | 443.616,36 euros
Programa financiador | Programa Operacional Competitividade e Internacionalização; Programa Operacional
Regional de Lisboa


Breve Descrição do Projeto | O presente projeto via utilizar hortofrutícolas (usando desperdícios e
hortofrutícolas com pequenos defeitos para o consumo em fresco) e macroalgas portugueses (nutricionalmente
ricas e abundantes, mas subaproveitadas para consumo humano), para produzir alimentos fermentados de baixo
grau de processamento e com menor teor de sal:

(i) hortofrutícolas fermentados
(ii) macroalgas fermentadas
(iii) uma combinação de hortofrutícolas e macroalgas fermentadas, que possam contribuir para um incremento
do consumo de vegetais e sejam sensorialmente apelativos, inovadores, nutritivos, promotores de saúde e bem-
estar, produzidos de uma forma ambientalmente sustentável e que respeitem/promovam padrões alimentares
da dieta mediterrânica.

Os produtos a desenvolver irão contribuir para aumentar o consumo de hortofrutícolas, com vantagens claras
para a saúde e para a sustentabilidade ambiental, permitindo às empresas MENDES GONÇALVES e SONAE MC
alargarem o seu portfólio de produtos e consolidar a sua atividade e penetração em novos mercados,
designadamente, os internacionais, onde já marcam forte presença.


Resultados Alcançados | Em atualização.
 
GreenBeef

GreenBeef - Rumo à produção de carne Angus em Portugal, neutra em carbono (POCI-01-0247-FEDER-047050)

O projecto Greenbeef tem como objectivo diminuir a pegada carbónica associada ao consumo de carne de vaca em Portugal. Através da experimentação e calibração empírica de modelos para solos, pastagens e animais, pretende-se maximizar o sequestro de carbono e minimizar as emissões, promovendo da comercialização de carne bovina Angus neutra em carbono.

Nome dos parceiros:

  • Terraprima – Serviços Ambientais, Sociedade Unipessoal, Lda.
  • Best-Farmer – Actividades Agro-Pecuárias, S.A.
  • Terraprima – Sociedade Agrícola, Lda
  • Faculdade de Medicina Veterinaria
  • Instituto Superior de Agronomia

Pessoa de contacto: David Fangueiro; dfangueiro@isa.ulisboa.pt

Região de intervencão:

  • 18,35% Centro
  • 34,28% Lisboa
  • 47,37% Alentejo

Quem irá beneficiar:

  •  Agricultores que gerem sistemas extensivos e semi-extensivos de pastoreio assentes na utilização de Pastagens Semeadas Biodiversas.
  •  Técnicos e consultores que providenciam apoio e aconselhamento agrícola.

Data da Aprovação: 30/03/2021 Data de início: 01/07/2020 Data de fim: 30/06/2023
Custo total elegível: 1.465.770,38 €
Apoio financeiro da união europeia: FEDER: 945.883,53 €

Ficha do projecto

AlgaDigest

AlgaDigest _ Desenvolvimento de uma nova solução de suplementação enzimática para a sustentabilidade da produção avícola com base na utilização eficiente de microalgas

Código do Projeto: 70114

Tipologia da Operação: Programa Operacional Regional do Centro, Programa Operacional Regional de Lisboa

Código da Operação: LISBOA-01-0247-FEDER-070114; CENTRO-01-0247-FEDER-070114

Objetivo temático: OT1 - Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação

Região de Intervenção: Lisboa, Centro

Promotor líder: Nzytech, Lda.

Copromotores: Faculdade de Medicina Veterinária
                           Instituto Superior de Agronomia
                           Instituto Português do Mar e da Atmosfera, I.P.
                           Lusipintos - Produção Avícola, Lda.

Data de aprovação: 28-04-2021

Data de início: 15-06-2021

Data de conclusão: 30-06-2023

Investimento total elegível: 960.364,28€

Apoio financeiro da União Europeia através do FEDER: 478.469,80€

Breve Descrição do Projeto:
O projeto “Desenvolvimento de uma nova solução de suplementação enzimática para
a sustentabilidade da produção avícola com base na utilização eficiente de microalgas
Alimentação sustentável de frangos com base na utilização eficiente de microalgas”,
a desenvolver em co-promoção pelo consórcio estabelecido entre a Nzytech Lda., a
FMV-UL, o IPMA I.P., o ISA-UL e a Lusipintos – Produção Avícola, Lda, compreenderá a
realização de um conjunto estruturado e articulado de atividades de I&DT, a decorrer
entre outubro de 2020 e março de 2023. O principal objetivo do projeto consiste em
desenvolver duas misturas racionais de peptidases, sozinhas ou combinadas com
Carbohydrate-Active enZymes (CAZymes), eficazes na libertação e digestão dos
complexos proteicos resistentes das duas microalgas com maior expressão comercial
(Arthrospira platensis e Chlorella vulgaris), tendo em vista a sua utilização na
alimentação eficiente de frangos e na melhoria da qualidade da sua carne. Serão
desenvolvidas duas preparações enzimáticas para frangos, uma para a suplementação
de dietas à base de Arthrospira platensis (microalga procariótica, com teor muito
elevado de proteínas e baixo de lípidos) e a outra para dietas à base de Chlorella
vulgaris
(microalga eucariótica, com teores elevados de proteínas e lípidos). Estas
preparações enzimáticas possibilitarão a utilização das microalgas como ingrediente
na alimentação animal (incorporação >5% na dieta) e não apenas como aditivo (<1%),
tal como acontece atualmente. O projeto terá assim um impacto elevado ao nível da
eficiência, sustentabilidade e competitividade da produção de frangos, bem como da
melhoria da qualidade da sua carne para a saúde humana, com base na utilização de
microalgas autotróficas e de enzimas termofílicas, ambas de origem marinha
(biotecnologia azul). O desenvolvimento destas formulações comerciais, baseado num
novo conceito de enzimas para alimentação animal (misturas racionais), inovadoras a
nível internacional, possibilitará a conquista de novos mercados nacionais e
internacionais pela Nzytech, dado o setor avícola possuir uma forte implementação à
escala global.

Equipa do Projeto no ISA:
Madalena Lordelo
João Bengala Freire
André Almeida
Teresa Matos

Ficha do Projeto

AgWearCare

AgWearCare -Wearables para Monitorização das Condições de Trabalho no Agroflorestal

Código do Projeto: 72624

Tipologia da Operação: Programa Operacional Regional do Norte; Programa Operacional Regional de Lisboa

Código da Operação: NORTE-01-0247-FEDER-072624

                                      LISBOA-01-0247-FEDER-072624                                       

Objetivo temático: OT1 - Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação

Região de Intervenção: NORTE e LISBOA

Promotor líder: WISE CONNECT S.A.

Copromotores: INESC TEC - Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência; Instituto Superior de Agronomia; APPITAD - Associação dos Produtores em Protecção Integrada de Trás-Os-Montes e Alto Douro

Data de aprovação: 29-07-2021

Data de início: 01-08-2021

Data de conclusão: 30-06-2023

Investimento total elegível: 289.202,34€

Apoio financeiro da União Europeia através do FEDER: 196 632,56€

Breve Descrição do Projeto:

O Projeto AgWearCare tem como principal objetivo o desenvolvimento de um sistema de monitorização para análise de métricas que apoiem a gestão dos recursos humanos envolvidos na atividade agroflorestal, auxiliando a tomada de decisão. Indicadores como o distanciamento social, a exposição a baixas temperaturas, repetição de movimentos, levantamento de pesos excessivos, quantas horas foram gastas em cada tarefa realizada, ou se a duração prevista de trabalho foi cumprida, permitem uma melhor gestão dos recursos humanos, zelando por uma eficiência e pela saúde dos trabalhadores. A recolha e tratamento de dados que possam ser usados de forma a melhorar o rendimento/produtividade da atividade agrícola, garantir uma maior higiene e segurança do trabalho, e garantir a saúde dos trabalhadores, mostram-se com um ganho evidente na procura de soluções que minimizem as perdas de eficiência de um fator - a mão-de-obra - que tem, por si só, um peso importante na conta de cultura de uma exploração.

Equipa do Projeto no ISA: Gonçalo Pereira Fernandes Caleia Rodrigues; Ricardo Nuno de Fonseca Garcia Pereira Braga; José Paulo Pimentel de Castro Coelho; Miguel Nuno Guedes Tristany

Ficha do Projeto

Recuperação da área mineira de S. Domingos

Implementação de Plano de Monitorização de Qualidade dos Solos e Coberto Vegetal na Área Mineira de São Domingos

Referência: 145/POSEUR/2020

Financiamento: Fundo de Coesão da Comunidade Europeia POSEUR

Budget: 120 514,80 €

Duração: 2020-2022

Parceiros: Instituto Superior de Agronomia, Inproyen Consulting, Empresa de Desenvolvimento Mineiro

 

Breve resumo:

A existência de minas abandonadas sem gestão ou responsabilidade ambiental, exploradas principalmente antes da década de 1980, é um grande problema para as administrações públicas, cuja prioridade estratégica é minimizar os impactos gerados. Neste contexto, na mina de São Domingos (Faixa Piritosa Ibérica, Portugal), a EDM - Empresa de Desenvolvimento Mineiro desenvolveu um projecto para a recuperação ambiental, integrando as intervenções de reabilitação ambiental definidas no Plano Director para esta área.

O objectivo geral do projecto é avaliar, à escala piloto, a recuperação ambiental de áreas contaminadas e degradadas da área mineira de São de Domingos, através da aplicação de Tecnossolos específicos. Os Tecnossolos são uma tecnologia baseada na economia circular para a recuperação ambiental e valorização agrícola/florestal/paisagista de áreas degradadas e/ou contaminadas.

As actividades a realizar:

- Caracterização de duas áreas de estudo com diferente declive e tipo de materiais (rochas meteorizadas por águas ácidas, zona de acumulação de particulado, materiais de escombreira geradores de drenagem ácida)

- Desenho e formulação dos Tecnossolos às necessidades de recuperação identificadas bem como delineamento do plano de aplicação do Tecnossolos e vegetalização

- Controlo de qualidade dos resíduos/matérias-primas para a elaboração dos Tecnossolos

- Acompanhamento e supervisão técnica do processo de elaboração e aplicação dos Tecnossolos e vegetalização

- Controlo de qualidade dos Tecnossolos elaborados

- Avaliação da evolução do sistema ao nível das características físico-químicas e biológicas dos Tecnossolos e materiais a recuperar, desenvolvimento da comunidade vegetal e da qualidade da paisagem

- Avaliação da eficiência dos Tecnossolos na recuperação ambiental das áreas em comparação com zonas similares sem aplicação

GO - +PrevCRP

Designação do projeto: +PrevCRP - Desenvolvimento de estratégias integradas para prevenção do Cancro-resinoso do-pinheiro

Código do projeto: PDR2020-101-031058

Objetivo principal: Desenvolver de estratégias integradas para prevenção do Cancro-resinoso-do-pinheiro em viveiros florestais.

Região de Intervenção: Portugal Continental

Entidade beneficiária: Instituto Superior de Agronomia

Promotor: ICNF, IP - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. (líder)

Outros parceiros: Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.; Direção-Geral de Alimentação e Veterinária; Centro PINUS - Associação para a Valorização da Floresta de Pinho; Florgénese - Produtos e Serviços para a Agricultura e Floresta, Lda.; Associação de Produtores Florestais do Vale do Sado; Instituto Pedro Nunes, Associação para a Inovação e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia; Viveiros do Furadouro Unipessoal, Lda.; Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Associação de Produtores Florestais do Concelho de Coruche e Limítrofes; Pombalverde - Produção e Comercialização de Plantas, Lda.; Germiplanta, Viveiros de Plantas, Lda.; Biochem Ibérica – Químicos agrícolas e industriais, Lda.

Data de aprovação: 13/09/2017

Data de início: 01/10/2017

Data de conclusão: 31/12/2021

Custo total elegível (ISA): 84 116,76 €

Apoio financeiro da União Europeia: FEADER 50,634.76 €

 

Objetivos e resultados:

Identificação de produto desinfetante a aplicar a sementes de plantas de espécies hospedeiras do fungo Fusarium circinatum e eu não influenciem negativamente a taxa de germinação;
Identificação de produto desinfetante a aplicar a contentores utilizados na produção de plantas de espécies hospedeiras do fungo Fusarium circinatum e que não influenciem negativamente a taxa de germinação ou a qualidade das plantas produzidas;
Identificação de produto desinfetante a aplicar à água de rega utilizada na produção de plantas de espécies hospedeiras do fungo Fusarium circinatum e que não influenciem negativamente a taxa de germinação, o desenvolvimento ou a qualidade das plantas produzidas;
Identificação de método de desinfeção de substrato que permita eliminar inóculo do fungo;
Determinar novo substrato, alternativo à casca de pinheiro, cuja composição privilegie o aproveitamento de resíduos florestais e que apresente as características físico-químicas que permita o desenvolvimento de plantas com as características adequadas;
Divulgação efetiva dos resultados obtidos.

Site do projeto: https://icnf.pt/apoios/pdr2020/operacao101fitossanidade

Ficha de projeto

 

 

 

FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia