You are here

Os Garranos do Gerês no Campus da Tapada da Ajuda

Já se encontra disponível a sinalética sobre os Garranos
sinalética garranos
sinalética garranos

O Instituto Superior de Agronomia informa que já se encontra disponível a sinalética sobre os Garranos: quais as regras e comportamentos que devemos ter em conta perante esta espécie. 

As informações estão próximas do local onde os podemos encontrar.

A raça garrana é uma das três raças de equinos autóctones da Península Ibérica que vivem em estado selvagem. Os garranos são originários do Minho e de Trás-os-Montes, sendo um património genético que deve ser preservado.

Esta raça demonstra um carácter bravio e arisco. O macho inteiro tem muita vivacidade mas, após o desbaste, torna-se tolerante ao trabalho. É um cavalo de fundo, resistente, dócil e fácil de ensinar. São rápidos, nos caminhos de montanha são firmes, a subir e a descer, cuidadosos com as pedras e os obstáculos nos caminhos acidentados. Ensinados a andar em andadura (“molliter incedere”) e passo travado (“numeratim”).

Os garranos do Instituto Superior de Agronomia têm acompanhamento veterinário por parte da Faculdade de Medicina Veterinária.