Início Sobre Nós Contactos Ligações flag flag

COORDENAÇÃO: Joaquim Sande Silva (CEABN).

EQUIPA CEABN: Anamaria Azevedo, Filipe Catry, Francisco Moreira, Francisco Castro Rego, Joaquim Sande Silva, Paulo Godinho-Ferreira, Pedro Vaz e Vanda Acácio.

OUTRAS INSTITUIÇÕES: Universidade de Aveiro (Jan Jacob Keizer, Celeste Coelho, António Diniz Ferreira, Rosa Pinho, Paula Maia, Filipa Lopes, Dinashavari Lacmane, Filipe Dias Firpo, Adriana de Melo Laranjeira, Marta Oñate Gutiérrez, Leonardo Cartei) e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (Paulo Fernandes, Herminio Botelho, Herminio Botelho, Raquel Sofia Vasconcelos Ferreira).

A catastrófica época de incêndios de 2003, a pior em muitos anos em termos de prejuízos causados por fogos florestais em Portugal, revelou a necessidade urgente de reconverter a floresta existente e ao mesmo tempo criou a oportunidade para esta reconversão. No entanto, as normas técnicas existentes a este respeito têm sido desenvolvidas de acordo com princípios empíricos, muito pouco validados cientificamente.

O objectivo principal desta proposta foi o de obter conhecimentos com uma base científica sólida, que permitam a tomada de decisões quanto ao tipo de floresta a desenvolver em Portugal, numa perspectiva de prevenção contra incêndios.

Estes objectivos de prevenção tiveram em conta quer os aspectos relacionados com a propagação do fogo, quer com os efeitos do fogo. A proposta foi estruturada com vista a responder a três diferentes grupos de questões, nomeadamente: qual a "preferência" pelo fogo dos diferentes tipos de floresta, qual a resiliência ao fogo dos diferentes tipos de floresta e quais os efeitos provocados pelo fogo, em diferentes tipos de floresta.

Estas linhas gerais de investigação foram desdobradas em seis diferentes tarefas a distribuir por três diferentes equipas (Centro de Ecologia Aplicada "Prof. Baeta Neves", Univ. Aveiro e Univ. de Trás-os-Montes e Alto Douro) de acordo com as respectivas áreas de especialização e experiência de trabalho.

A tarefa 1 pretendeu obter informação sobre quais os tipos de floresta preferidos pelo fogo, com base em dados obtidos através de cartografia e imagens de satélite (CEABN).

A tarefa 2 pretendeu obter informação sobre as espécies que permita explicar essa preferência, com base na recolha bibliográfica e em informação adicional de campo e de laboratório (UTAD).

A tarefa 3 pretendeu conhecer quais os tipos de floresta mais resilientes ao fogo, com base em processamento de imagens de satélite (CEABN).

A tarefa 4 pretendeu obter informação ao nível da espécie que permita explicar essa resiliência, com base em ensaios experimentais (UTAD).

A tarefa 5 pretendeu conhecer em termos comparativos quais os efeitos do fogo relativamente à recuperação do coberto vegetal e à erodibilidade do solo, com base em levantamentos de campo e em ensaios de simulação de chuva (UA).

A tarefa 6 pretendeu sintetizar toda a informação obtida nas tarefas anteriores de forma a traduzi-la em conclusões concretas sobre os tipos de floresta que apresentam vantagens numa perspectiva de prevenção contra incêndios.

OBJECTIVOS:

O objectivo essencial do projecto consistiu em criar uma base científica para a tomada de decisões de gestão após o fogo, permitindo a criação de florestas menos combustíveis e mais resilientes ao fogo.

O programa de investigação foi estruturado para responder a uma sequência de questões relacionadas entre si:

- Qual é a combustíbilidade dos diferentes tipos de florestas e porquê. (Tarefas 1 e 2).

- Quais os tipos de florestas mais resilientes ao fogo e porquê. (Tarefas 3 e 4).

- Quais são os efeitos principais para cada tipo de floresta ao nível dos impactos no solo e na vegetação. (Tarefa 5).

- Quais são os tipos de floresta a fomentar de acordo com os resultados obtidos. (Tarefa 6).

A resposta a estas questões ajudaram os gestores a tomarem decisões com base científica no que toca à escolha dos tipos de floresta mais adequados, na perspectiva da prevenção contra incêndios. 

ACÇÕES DE DIVULGAÇÃO DA ACTIVIDADE CIENTÍFICA:

Actas de reuniões científicas nacionais:

Maia, P., Lacmane, D., Cartei, L., Pinho, R., Silva, J., and Keizer, J.J. (2007) "Efeitos do fogo sobre a estrutura e composição florística de pinhais e eucaliptais nos concelhos de Albergaria-a-Velha e Águeda". Pages 1418-1421. In: C. Borrego, A. I. Miranda, E. Figueiredo, F. Martins, L. Arroja, and T. Fedélis, editors. 9ª Conferência Nacional do Ambiente U.Aveiro, Dept. Ambiente, Aveiro.

Download

Silva, J., Catry, F., Loureiro, C., Lopes, F., Moreira, F., Rego, F.C., Botelho, H., Keizer, J.J., Coelho, C., Pinho, R., Ferreira, A. (2005) "PHOENIX - Reconversão florestal em áreas queimadas". In: R. Silva and F. Páscoa, editors. 5º Congresso Florestal Nacional  - A Floresta e as Gentes. Sociedade Portuguesa de Ciências Florestais, Viseu, Portugal.

Download

Actas de reuniões científicas internacionais:

Fernandes, P., Luz, A., Loureiro, C., Godinho-Ferreira, P., and Botelho, H. (2006). "Fuel modelling and fire hazard assessment based on data from the Portuguese National Forest Inventory". In: D. X. Viegas, editor. V International Conference on Forest Fire Research. Elsevier, Figueira da Foz. Pages S224.

Download

Godinho-Ferreira, P., Azevedo, A., Vaz, P., Rego, F. (2006). "Composition, configuration and vertical structure of Portuguese forests: implications in wildfire probability". In: D. X. Viegas, editor. V International Conference on Forest Fire Research. Elsevier, Figueira da Foz. Pages S225.

Download

Keizer, J. J., Malvar, M., Nunes, J., Silva, J., Coelho, C., Prats, S., Ferreira, R., Houmann, M., Lagewaard, M., Ferreira, A. J. D., Lucena, J., Pereira, V., Melo, T. C., Afonso, P., Stolte, J., Jetten, V. (2006). "The role of land management practices in soil erosion hazard in eucalypt stands in north-central Portugal following forest wildfires". In: D. X. Viegas, editor. V International Conference on Forest Fire Research. Elsevier, Figueira da Foz. Pages S187.

Download

Moreira, F., Vaz, P., Catry, F., Silva, J.S. (2007). "Regional variations in wildfire preference for land cover types in Portugal: implications for landscape management to minimize fire hazard". In: 4th International Wildland Fire Conference, Sevilla, Spain. Pages ST3.

Download

Teses: Casanovas, M. (2006). Anàlisi de la mortalitat de Quercus suber després del foc a Trás-os-Montes, Portugal. Universitat de Barcelona, Barcelona.

Download

Castro, V. (2007). "Sobrevivência do Sobreiro a incêndios em Trás-os-Montes e Alto Douro" Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real.

Download

Artigos:

Catry, F.X., Moreira, F., Duarte, I., Acácio, V. (2009) " Factors affecting post-fire crown regeneration in cork oak (Quercus suber L.) trees". Eur. J. Forest Res. 128: 231–240.

Download

Fernandes, P.M. (2009) "Combining forest structure data and fuel modelling to classify fire hazard in Portugal". Ann. For. Sci.66: 415.

Download

Fernandes, P. (2009). "Fichas-tipo das relações entre o fogo e a floresta". Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. pp8.

Download

Ferreira, A.J.D., Coelho, C.O.A., Ritsema, C.J., Boulet, A.K., Keizer, J.J. (2008) "Soil and water degradation processes in burned areas: Lessons learned from a nested approach". Catena 74: 273-285.

Download

Keizer, J.J., Doerr, S.H., Malvar, M.C., Prats, S.A., Ferreira, R.S.V., Oñate, M.G., Coelho, C.O., Ferreira, A.J.D.(2009). "Temporal variation in topsoil water repellency in two recently burnt eucalypt stands in north-central Portugal". Catena 74: 192–204.

Download

Moreira F. Vaz P., Catry F.X., Silva J.S. (2009). "Regional variations in wildfire susceptibility of land-covertypes in Portugal: implications for landscape management to minimize fire hazard". International Journal of Wildland Fire, 18: 563–574.

Download

Moreira, F., Catry, F.X., Duarte, I., Acácio, V., Silva, J.S. (2008). "A conceptual model of sprouting responses in relation to fire damage: an example with cork oak (Quercus suber L.) trees in Southern Portugal". Plant Ecol 201: 77–85.

Download

Moreira, F., Duarte, I., Catry, F., Acácio V. (2007)  "Cork extraction as a key factor determining post-fire cork oak survival in a mountain region of southern Portugal". Forest Ecology and Management 253: 30-37.

Download

Silva, J.S. and Catry, F.X. (2006). "Forest fires in cork oak (Quercus suber L.) stands in Portugal". International Journal of Environmental Studies. Vol. 63 (3): 235-257.

Download

 

Resumo dos principais objectivos atingidos até agora:

- Foi estabelecida uma seriação dos sistemas de uso do solo e dos tipos de floresta que mais ardem em Portugal (Tarefa 1);

- Foi ainda possível explicar essa seriação com base em variáveis de natureza estrutural e com base no tipo de combustíveis associados a cada tipo de floresta (Tarefa 1);

- Numa análise mais detalhada foi possível caracterizar variáveis ambientais de alguns tipos de floresta, permitindo contribuir para explicar alguns resultados obtidos na Tarefa 1 (Tarefa 2);

-  Foi estudada a capacidade regenerativa de povoamentos de sobreiro em duas regiões do país, com base em diferentes variáveis explicativas (Tarefa 4);

- Foi estudado o potencial de recuperação da vegetação e a erosão após fogo, em vários sistemas florestais (Tarefa 5);

 

Warning: Unknown: write failed: No space left on device (28) in Unknown on line 0 Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/var/lib/php5) in Unknown on line 0