Início Sobre Nós Contactos Ligações flag flag

Condições climáticas extremas (longos períodos de seca, vento forte) e paisagens rurais ricas em combustíveis representam condições ideais para a ocorrência de incêndios florestais difíceis de controlar.

As organizações responsáveis pela gestão dos incêndios vêm-se cada vez mais confrontadas com eventos extremos, caracterizados por intensidades que excedem as possibilidades de extinção por meios terrestres. Nas situações em que um incêndio florestal assume proporções demasiado elevadas, para que um país o consiga extinguir pelos seus próprios meios, o Mecanismo de Proteção Civil da União Européia (UCPM) pode ser ativado para fornecer uma resposta internacional coordenada, rápida e eficaz, em coordenação direta com as autoridades nacionais de proteção civil. Entre 2007 e 2018, cerca de 30% de todos os pedidos de assistência ao Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia foram para dar resposta a incêndios florestais.

A gestão de combustíveis pode diminuir o risco de os incêndios florestais assumirem proporções incontroláveis, controlando alguns factores que afectam as suas dimensões (carga, tipo, padrão espacial e continuidade do combustível). O PREVAIL visa demonstrar que a estreita ligação entre gestão de combustíveis,  preparação e resposta ao incêndio é mais do que um mito.

O principal conceito do PREVAIL é que a prevenção de incêndios pode tornar a extinção de grandes incêndios mais eficaz e menos dispendiosa. Recorrendo a tecnologias mais avançadas para simulação do efeito de tratamentos de combustível no desenvolvimento de incêndios e, criando uma rede de partilha de soluções "inteligentes" de gestão de paisagem, o projeto PREVAIL reúne recursos e competências para melhorar a eficácia de gestão de incêndios, em termos de optimização de custos e redução de risco de grandes incêndios .