Novo artigo CEF caracteriza a sazonalidade dos fogos em Portugal

O trabalho desenvolvido pelos investigadores do CEF, Alana K. Neves, Manuel Campagnolo, Jo√£o Silva e Jos√© Cardoso Pereira, tem como t√≠tulo “A Landsat-based atlas of monthly burned area for Portugal, 1984‚Äď2021” e teve como objetivo caracterizar a sazonalidade dos fogos em Portugal.
Primeiramente, cada área queimada do Atlas Anual de Fogos foi desagregada em eventos individuais de acordo com a sua ocorrência observada por meio de séries temporais do satélite Landsat.
Posteriormente, associou-se a cada evento individual uma data, que corresponde à data mais próxima da mudança detectada. A análise foi realizada para Portugal continental de 1984 a 2021.
Historicamente, a maioria dos grandes fogos estão concentrados no verão. Entretanto, quando as áreas são analisadas diariamente, podem ser identificados picos que ocorreram em épocas do ano em que normalmente a área queimada é bem menor.
Os resultados foram validados usando fogos ativos do MODIS e do VIIRS. Para todo o período analisado, quando se considerou 16 e 32 dias de intervalo, o Atlas Mensal de Fogos atingiu 84% e 91% de acurácia, respectivamente.
O artigo completo está disponível no volume 119 da revista International Journal of Applied Earth Observation and Geoinformation da editora Elsevier https://bit.ly/3P00Dd9