You are here

Presidente da República agracia Professor Antero Martins, docente jubilado do ISA

Dia 28 de junho, com o grau de Grande Oficial da Ordem do Mérito Empresarial–Classe do Mérito Agrícola

É para o Instituto Superior de Agronomia um enorme orgulho que o Professor Jubilado Antero Lopes Martins tenha sido agraciado pelo Senhor Presidente da República Portuguesa, Professor Cavaco Silva, no passado dia 28 de junho de 2013, com o grau de Grande Oficial da Ordem do Mérito Empresarial – Classe do Mérito Agrícola.

O Professor Jubilado Antero Martins licenciou-se em Engenharia Agronómica, no ISA, em 1970, onde foi Assistente entre 1971 e 1985. Entre 1985 e 1993 foi Professor Auxiliar, ano a partir do qual se tornou Professor Associado do ISA, da área de Genética e Melhoramento de Plantas.

Enquanto docente do ISA, ensinou as disciplinas clássicas de Genética e Melhoramento de Plantas e participou na construção e ensino de outras disciplinas de especialização nessa área.

Doutorou-se em Melhoramento de Plantas e trabalhou inicialmente no estudo de aspectos essenciais da biologia do oídio da videira, compreendendo o desenvolvimento de métodos objectivos de avaliação da resistência/sensibilidade de castas e de clones. Desde o fim da década de 70 do século passado, dedicou-se à selecção sistemática das castas de videira autóctones e de outras espécies mediterrânicas, desenvolvendo métodos inovadores e promovendo a criação de uma ampla rede de colaborações para a respectiva aplicação à escala do país inteiro.

A partir dos anos 80 do século passado, impulsionou o ensino da Genética de Populações e Quantitativa, como alicerces teóricos essenciais para fins do melhoramento genético de plantas e animais. Prestou recorrentemente colaborações no ensino em outras universidades, instituições de investigação e de formação profissional e similares na sua área de especialização.

Com base no conhecimento e noutros resultados assim adquiridos, dedica-se hoje prioritariamente à conservação, análise e valorização de toda a diversidade intravarietal das castas de videira, através de instrumentos organizativos entretanto criados para o efeito, designadamente a Associação Portuguesa para a Diversidade da Videira – PORVID (da qual foi o 1º Presidente), que inclui Organismos do Estado e algumas das mais importantes empresas vitivinícolas privadas do País, e o Pólo Experimental de Conservação da Videira, com o objectivo de garantir a preservação das 250 castas de videira nacionais e 50.000 clones destas.
Tem inúmeras publicações sobre a temática da selecção da videira e conservação e variabilidade genética da videira e é reconhecido nacional e internacionalmente.

A relevância nacional desta temática é enorme tendo em conta que “Guardar, compreender e utilizar a variabilidade intravarietal das castas será um factor de competitividade extremamente importante para o país”, pelo que “A temática da preservação das castas é, no momento presente, um assunto quente e estratégico”.

(In http://www.isa.utl.pt/files/pub/noticias/2009/Recortes_Imprensa/enovitis...)

Mais informações sobre o CV do Professor Antero Martins em http://www.isa.utl.pt/home/node/426
Mais informações e fotos da Cerimónia em http://www.presidencia.pt/?idc=10&idi=75117