You are here

Pragas e Doenças Emergentes em Sistemas Florestais

No âmbito do ciclo de sessões "Da investigação à aplicação"

Organização: CEF - Centro de Estudos Florestais

Data: 8 de junho :: 9h - 16h30

Local: Sala de Atos

Venha conhecer os resultados da investigação mais recente que o CEF - Centro de Estudos Florestais do ISA (Instituto Superior de Agronomia) tem desenvolvido na área do combate às pragas e doenças que afectam a floresta portuguesa.

Tem-se registado nas últimas décadas um aumento e diversificação de problemas com pragas e doenças nas nossas florestas, assim como em árvores urbanas. Um fenómeno com consequências por vezes dramáticas na sua gestão e sustentabilidade. Daqui resultam avultados impactos económicos e sociais.

Esta tendência tem origem, em parte, em processos de invasão de espécies de pragas e patogénicos não nativos, para as quais os nossos ecossistemas não têm agentes de regulação natural, como é o caso das pragas dos eucaliptos. Pode também ser resultado de espécies arbóreas que não têm uma história evolutiva que as tenha adaptado de mecanismos de protecção, como é o caso do pinheiro bravo e a doença do nemátodo do pinheiro.

Por outro lado, alterações nos modos de gestão, alterações climáticas e a maior incidência de fogos têm contribuído para um aumento de pragas emergentes com ressurgimento de pragas nativas. Alterações resultantes de fogos florestais, da relação entre a planta e o insecto, e entre insectos com diferentes relações tróficas são alguns exemplos resultantes das mudanças em curso. O consequente estabelecimento de novas interacções entre as árvores e os agentes bióticos ou entre diferentes organismos poderá ter consequências importantes no estado sanitário das árvores.

Os investigadores do CEF têm vindo a desenvolver actividades de investigação que se destinam a compreender a ecologia destes fenómenos e desenvolver conhecimento que possa ser incluído na sua gestão como seja em ferramentas inovadoras de monitorização, estimativa de impacto e controlo.

No Seminário "Pragas e doenças emergentes em sistemas florestais” pretende-se mostrar alguns dos trabalhos que são desenvolvidos nesta área por investigadores do CEF. Naturalmente, muitos deles resultam de colaborações com outros centros do ISA (LEAF e CEABN) e com investigadores de outras instituições nacionais (INIAV, RAIZ e Altri Florestal)  e estrangeiras.

O evento insere-se no ciclo de sessões "Da investigação à aplicação" iniciado em 2014 pelo Centro de Estudos Florestais com o objectivo mostrar os resultados da sua investigação aos utilizadores.

Nota: As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias e limitadas à capacidade da sala. Enviar nome, instituição e e-mail até dia 6 de junho para cef@isa.ulisboa.pt

Documentos: