You are here

XIII Simpósio da Associação Ibero-Macaronésica de Jardins Botânicos

Espécies Exóticas Invasoras e Jardins Botânicos: desafios e responsabilidades
banner

Organização: Associação Ibero-Macaronésica de Jardins Botânicos, Jardim Botânico Tropical, Jardim Botânico da Ajuda
Data: 22 a 26 setembro
Local: Jardim Botânico Tropical

O tema deste encontro centra-se na problemática das Espécies Exóticas Invasoras (EEI) e, em particular, nas responsabilidades que cabem aos Jardins Botânicos no seu estudo e avaliação, na prevenção, na mitigação e gestão de impactos e na divulgação.

As EEI integram as agendas de diversas organizações internacionais e têm merecido iniciativas legislativas, seja através do estabelecimento de programas e de estratégias a nível europeu como é o caso da EU Biodiversity Strategy to 2020, da União Europeia, da European Strategy on Invasive Alien Species, do Conselho da Europa, ou da recente publicação pelo Conselho da Europa e BGCI do European Code of Conduct for Botanic Gardens on Invasive Alien Species. A nível dos países, e de forma autónoma, têm sido elaboradas normas legislativas e estratégias nacionais, frequentemente acompanhadas de listagens de espécies invasoras ou com potencial invasor, que visam controlar e minimizar riscos futuros. Neste contexto, uma abordagem regional, transfronteiriça, poderá surgir como agregadora de esforços e, especialmente, como potenciadora de novas abordagens.

A data para entrega de resumos foi prolongada até ao dia 31 de julho

Tópicos do Simpósio

  • Avaliação de impactes das EEI nos JBs
  • Gestão das EEI em JBs
  • Prevenção da dispersão acidental de EEI a nível dos JBs
  • Implementação e adaptação do European Code of Conduct for Botanic Gardens on Invasive Alien Species aos JBs Ibero-Macaronésicos
  • Intercâmbio e partilha de informação sobre as EEI
  • Gestão da fauna exótica (incluindo o combate a pragas) nos JBs
  • O papel dos JBs na educação ambiental e divulgação dos impactes das EEI

Para além do destaque que este simpósio pretende dar à problemática das espécies exóticas invasoras, serão acolhidos outros temas relativamente aos quais os Jardins Botânicos devem ter um papel interventivo, como sejam a conservação da biodiversidade e a valorização do conhecimento e das práticas tradicionais e a preservação das paisagens naturais e culturais.

Todas as informações poderão ser encontradas aqui