You are here

Prémio Terre de Femmes procura projetos sustentáveis assinados por mulheres

O período de candidaturas termina a 30 de setembro.

 

Encontram-se abertas as candidaturas para a 11.ª edição do Prémio Terre de Femmes, uma iniciativa promovida pela Fundação Yves Rocher que todos os anos distingue mulheres com projetos na área do ambiente e que, este ano, vai eleger três ideias já implementadas e doar 18 mil euros às grandes vencedoras.
 
“Numa altura em que as questões ambientais são colocadas todos os dias em cima da mesa, queremos voltar a apoiar projetos de mulheres que fazem a diferença no nosso planeta. Esta é uma causa de todos e consideramos que temos a responsabilidade e, até mesmo, a obrigação de apoiar iniciativas que procurem reduzir a nossa pegada ecológica”, afirma Ana Ribeiro, porta-voz da Fundação Yves Rocher em Portugal.
 
Todas as candidatas, de idade igual ou superior a 18 anos, têm de ter um projeto eco-empreendedor já implementado e passam a estar habilitadas a três lugares aliciantes. Para a primeira classificada, a Fundação Yves Rocher tem um prémio de 10 mil euros, para o segundo lugar estão destinados 5 mil euros e a terceira mulher a ser distinguida terá direito a 3 mil euros para impulsionar o seu projeto.
 
A primeira classificada estará também habilitada ao Grande Prémio Internacional do Terre de Femmes, juntamente com mulheres de mais de uma dezena de países, como Alemanha, Espanha, França, Itália, Marrocos, México, Rússia, Suíça, Turquia e Ucrânia, Áustria, Bélgica, Holanda e Luxemburgo. Somando ambos os prémios, a grande vencedora poderá receber um apoio de 20 mil euros.
 
Ana Ribeiro reforça ainda que “esta distinção tem como objetivo reforçar a liderança e contribuir para a autonomização das mulheres, dando visibilidade e apoiando projetos de eco-empreendedoras que trabalham todos os dias para uma pegada cada vez mais positiva.”
 
O ano passado a grande vencedora foi a Eunice Maia, detentora do projeto Maria Granel, a primeira mercearia “Zero Waste Store” europeia e uma das pioneiras em todo o mundo a dispensar as embalagens de plástico e a vender exclusivamente a granel. Esteve na vanguarda do conceito Bring Your Own Container e com ele já incentivou milhares de portugueses a levarem o seu próprio recipiente para reabastecer na loja. Em menos de 3 anos, contribuiu para desviar mais de 1 milhão de sacos de plástico dos aterros.
 
Todas as candidaturas enviadas serão analisadas por um júri independente e composto por personalidades ligadas a instituições como a Secretaria de Estado do Ambiente, o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa ou organizações ambientais.
 
O período de candidaturas termina a 30 de setembro, devendo os projetos ser submetidos para a morada da Yves Rocher Portugal (Rua do Castanhal, n.º 256, 4475-130 Gemunde - Maia), ou através do endereço de correio eletrónico terredefemmes.portugal@yrnet.com 
 
Recorde-se que, presente em Portugal desde 2009, em território nacional o Prémio Terre de Femmes já distinguiu 25 mulheres e apoiou com mais de 118 mil euros projetos que têm revelado um forte impacto social, ambiental e económico. Ao nível internacional, o Terre de Femmes vai para a 19.ª edição, tendo apoiado mais de 400 mulheres em mais de 50 países, num investimento total de 1.8 milhões de euros.

 
Consulte aqui o Regulamento da 11.ª Edição do Prémio Terre de Femmes Portugal
Ficha de Candidatura

Veja aqui os projetos distinguidos nas edições anteriores do Prémio Terre de Femmes Portugal.